Galvão denuncia montagem de sua voz com IA em vídeo sobre disputa na CBF: 'Pessoas sem caráter'

Galvão Bueno usou as redes sociais nesta terça-feira para denunciar uma montagem em vídeo que usa a sua voz para narrar a briga política que acontece nos bastidores da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Por meio de um vídeo publicado em sua conta oficial no Instagram, o apresentador de 73 anos lamentou o ocorrido e afirmou que foi utilizada Inteligência Artificial para reproduzir sua fala.

"A gente vai vendo o que as pessoas sem caráter, sem nível, são capazes de fazer. Fizeram uma montagem com coisas que eu nunca disse e eu nunca diria", disse, antes de mostrar um trecho da montagem. "Nego com todas as forças de que seja minha voz gravada, de que eu tenha falado essas coisas."

O vídeo em questão chama Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, de mentiroso e diz que o mandatário estaria "desesperado". O cartola tem desagradado parte dos dirigentes das federações do futebol nacional pelo não cumprimento de promessas. Dois ex-presidentes da entidade, Ricardo Teixeira, que está banido do futebol, e Marco Polo del Nero, afastado do esporte por 20 anos desde 2017, estariam por trás das articulações contra o atual mandatário.

O momento ruim da seleção brasileira e a indefinição pelo acerto com Carlo Ancelotti para assumir o comando técnico do Brasil também pesa contra Ednaldo Rodrigues. Sob a batuta interina de Fernando Diniz, que acumula o cargo com o seu trabalho no Fluminense, o time brasileiro está apenas em sexto nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026, com sete pontos.

Nesta quinta-feira, está pautado no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro um julgamento que pode interferir no futuro da entidade. A Fifa avisou que a CBF poderá ser suspensa caso Ednaldo seja afastado do cargo "por influência indevida de terceiros". Outra consequência imediata seria a saída do Fluminense, campeão da Libertadores, da disputa do Mundial de Clubes, com a vaga indo para o vice Boca Juniors. A entidade máxima do futebol define que a Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) é a única esfera reconhecida para a resolução de conflitos envolvendo clubes e associações esportivas.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes