Tomás Rincón e João Basso treinam e podem reforçar Santos no domingo

O técnico Marcelo Fernandes poderá ter dois reforços de peso para o importante jogo do Santos contra o Athletico-PR, no domingo, pela penúltima rodada do Brasileirão. O volante Tomás Rincón e o zagueiro João Basso treinaram com os demais companheiros nesta sexta-feira, no gramado do CT Rei Pelé, e viajaram com a delegação para a Curitiba.

O Santos luta contra o rebaixamento e precisa de uma combinação de resultados para acabar com qualquer chance de queda no fim de semana. A comissão técnica não confirmou que a dupla será titular na Ligga Arena, mas a chance é grande. Oficialmente, o clube avisa que eles "serão reavaliados pelo departamento médico" durante o treino marcado para a tarde de sábado, no CT do Coritiba.

Uma das peças fundamentais do meio-campo santista nos últimos meses, Rincón foi desfalque contra Botafogo e Fluminense, nas duas últimas rodadas do Brasileirão. Ele sofreu lesão muscular na região posterior da coxa direita em jogo da Venezuela nas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2026, na última Data Fifa.

João Basso viveu situação mais delicada, de grau dois no bíceps femoral da coxa esquerda no clássico com o Corinthians, no fim de outubro. A expectativa é que voltasse ao time somente em 2024. Mas a recuperação foi mais rápida que o esperado e ele pode aparecer entre os titulares já no domingo.

Marcelo Fernandes também terá os reforços do volante Nonato e do meia Lucas Lima, que cumpriram suspensão na derrota por 3 a 0 para o Fluminense, na quarta-feira. Lucas Lima deve retomar sua vaga de titular. Já o lateral-esquerdo Kevyson deve seguir fora, com dores no tornozelo.

O time da Vila Belmiro está em 15º lugar na tabela, com 43 pontos, apenas uma posição e um ponto à frente do Vasco, também fora da zona de rebaixamento. Os dois times, ao lado do Bahia, primeiro equipe dentro da zona da degola, são os que mais correm risco de queda para a Série B. A equipe baiana tem 41 e figura no 17º posto, a única posição da zona do rebaixamento ainda não definida - América-MG, Coritiba e Goiás já caíram.

Para escapar da queda no domingo, evitando uma situação de desespero na quarta que vem, o Santos precisa vencer e torcer uma das duas situações possíveis: derrota do Vasco e/ou tropeço do Bahia. Se os times carioca e baiano vencerem, a disputa para não herdar a última vaga da zona da degola se estenderá até quarta-feira, dia da última rodada do Brasileirão.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes