Correção: Brasil bate Casaquistão por 45 a 16 e vai à 2ª fase do Mundial de Handebol

A nota enviada anteriormente trazia uma vitória por diferença de 31 gols, quando na verdade foram 29. Segue versão corrigida.

A seleção brasileira feminina já está na segunda fase do Mundial de Handebol da Escandinávia (disputado na Dinamarca, Noruega e Suécia). Nesta sexta-feira, as Leoas, como a equipe é chamada, deu show diante do Casaquistão, ganhando por incríveis 45 a 16 e disputará a liderança da chave com a Espanha, no domingo.

Depois de superar a Ucrânia na estreia, as brasileiras não tiveram problemas para bater a rival mais fraca da chave. Apostando muito na velocidade e no lançamento longo, a toda hora uma atleta da seleção aparecia livre na frente para anotar os gols.

A artilheira do time verde e amarelo foi a ponta Adriana Cardoso, com oito gols. Ela ainda recebeu o prêmio de MVP da partida disputada em Frederikshavn, Dinamarca. Os pontos somados são levados para a próxima etapa, o Main Round, na qual a seleção enfrentará os três melhores do Grupo H, que tem Argentina, Congo, Holanda e República Checa.

Como na estreia, o técnico Cristiano Rocha apostou na forte marcação e no entrosamento para abrir logo enorme vantagem. E as jogadores responderam muito bem, anotando 25 gols apenas no primeiro tempo, no qual Adriana Cardoso fez a maioria de seus gols: foram seis bolas na rede da destaque do jogo, além de outros três de Bruna de Paula, Fernanda Lima, Ana Paula e Mari Fernandes, também destaques do Brasil.

A goleira Babi, apesar da fragilidade da adversária, mais uma vez também roubou a cena. A cada defesa, ela já lançava para o ataque, sempre encontrando uma companheira livre para marcar. O ritmo forte seguiu na etapa final, mesmo com o elenco sendo todo aproveitado e desempenho alto das escolhidas e triunfo por 29 gols de diferença.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes