Messias admite 1º tempo muito ruim e pede Santos de cabeça erguida: 'Vamos responder em campo'

Messias sabe que não há tempo de o Santos lamentar após levar 3 a 0 do Fluminense e pediu que o elenco levante a cabeça. O zagueiro pediu foco na busca da reabilitação no Brasileirão já no domingo, em visita ao Athletico-PR, de quem não perde faz quatro jogos.

Na visão do defensor, a primeira etapa desastrosa do Santos, no qual levou dois gols e não criou nenhuma oportunidade na frente acabou decisiva para um revés fora dos planos na Vila Belmiro cheia e com total apoio.

"Olha, foi um primeiro tempo bem abaixo, diante de uma equipe qualificada, na qual a gente não encaixou o que o treinador pediu", lamentou o zagueiro. "No segundo encaixamos, conseguimos dar pressão, acertamos na trave, teve bola cortada na linha, mas perdemos por causa do primeiro tempo. Não podemos baixar a cabeça, pois teremos outra guerra contra o Atheltico-PR."

Assim que o jogo terminou na Vila, apesar de alguns torcedores começaram a ofender Marcelo Fernandes e alguns jogadores, a grande maioria começou a cantar para apoiar o Santos. Sob cantoria que "o Santos é o time da virada", mostraram que vão estar com o grupo até o fim na luta contra o rebaixamento.

Messias não esconde que retribuir este carinho virou questão de honra para os jogadores, diante de Athletico-PR e Fortaleza nas duas últimas rodadas. A torcida apoia em todas as situações, sabe que estamos em um momento delicado e está com a gente. Vamos responder em campo para dar a alegria que esse torcedor tanto merece."

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes