Lautaro faz 4 no 2º tempo, Inter de Milão goleia fora e sustenta liderança do Italiano

Em dia inspirado, Lautaro Martínez brilhou neste sábado e comandou a goleada da Inter de Milão sobre a Salernitana, por 4 a 0, pelo Campeonato Italiano. O atacante argentino marcou todos os gols da partida e tudo isso num intervalo de apenas 27 minutos, no segundo tempo da partida disputada em Salerno - ele ficou no banco de reservas na etapa inicial.

O resultado garantiu a Inter na liderança da tabela, com os mesmos 18 pontos do Milan, mas com vantagem nos critérios de desempate. Já o time da casa continua dentro da zona de rebaixamento, com apenas três pontos, no 19º e penúltimo lugar da classificação.

Lautaro Martínez foi o grande nome da partida. Mas, curiosamente, começou o jogo no banco de reservas. E foi a campo apenas aos 10 minutos do segundo tempo. Até então, a partida era morna, com poucas chances para ambos os lados, em dia pouco inspirado das duas equipes.

Tudo mudou a partir dos 17 minutos, apenas sete minutos após a entrada do argentino na partida, no lugar do chileno Alexis Sánchez. Após cruzamento rasteiro da esquerda de Marcus Thuram, o atacante argentino deu leve toque na bola, para superar o goleiro mexicano Ochoa e mandar para as redes, abrindo o placar.

Três minutos depois, a Salernitana até balançou as redes. Mas o gol de Legowski foi anulado, com ajuda do VAR, por impedimento. Do outro lado, Lautaro mantinha a fome de gols. Aos 32, Ochoa errou na saída de bola, o ataque da Inter foi rápido e a bola sobrou para Lautaro bater forte quase da marca do pênalti, para as redes.

O terceiro gol veio aos 40 minutos, em cobrança de pênalti. E, não satisfeito, o atacante argentino chegou ao quarto gol aos 43, em lance semelhante aos gols anteriores. Após cruzamento rasteiro da esquerda, o argentino aproveitou a marcação falha da defesa da Salernitana e bateu com tranquilidade para o gol.

Lautaro saiu de campo com os três pontos na tabela e a liderança isolada na artilharia do Italiano. Agora ele soma nove gols, contra cinco de Osimhen, do Napoli.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora