Jon Jones deixa hipotética luta contra Tom Aspinall em aberto no UFC

Campeão linear do peso-pesado do UFC, Jon Jones se recupera da grave lesão sofrida no ombro, em novembro, segue decidido a lutar contra Stipe Miocic em seu retorno e possui uma nova percepção em relação ao seu futuro no MMA. Anteriormente, o americano dava a entender que, após enfrentar o veterano, iria se aposentar e, assim, não lutaria contra Tom Aspinall, dono do cinturão interino da categoria. Mas, ao que parece, 'Bones' repensou tal decisão.

Tanto que, em entrevista ao canal do 'YouTube' 'Submission Radio', Jones cogita seguir lutando e, mais do que isso, deixa o duelo contra o britânico em aberto. É bem verdade que o americano ainda não bateu o martelo a respeito do seu próximo passo no MMA. Contudo, só o fato do atleta pensar na hipótese de prolongar sua carreira já é um alento para seus fãs e para Aspinall. Vale pontuar que, nas constantes discussões com o europeu, 'Bones' frisou que não teria nada a ganhar o enfrentando. Mas, agora, o próprio Jon não fecha as portas para a luta contra o rival.

"Definitivamente, será Miocic. Estou animado com Aspinall e seu futuro. Não posso dizer que não vai acontecer. Vou me basear se continuo em como vou competir contra Miocic, como me recupero da lesão. Eu posso vencer fácil Miocic ou pode ser uma guerra. Preciso dar um passo de cada vez antes de ver o que farei a seguir. Mas a luta contra Aspinall não está fora de questão. Me sinto totalmente revigorado e reenergizado só de estar perto dos fãs. Então, não posso simplesmente ir embora. A bola está rolando em uma direção muito positiva para eu continuar minha carreira", declarou o campeão do UFC.

Registro de Jones no MMA

Jon Jones, de 35 anos, é integrante do 'Hall da Fama' do UFC, ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) e atual detentor do cinturão linear do peso-pesado. Não à toa, o atleta é apontado por parte dos fãs como o melhor lutador da história do MMA. Em sua carreira, o americano construiu um cartel composto por 27 vitórias, uma derrota e um 'no contest' (sem resultado). Seus principais triunfos foram sobre Alexander Gustafsson (duas vezes), Anthony Smith, Chael Sonnen, Ciryl Gane, Daniel Cormier, Dominick Reyes, Glover Teixeira, Lyoto Machida, Maurício 'Shogun', Quinton 'Rampage' Jackson, Rashad Evans, Ryan Bader, Thiago 'Marreta' e Vitor Belfort.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora