Henry Cejudo enfrenta Merab Dvalishvili por posto de desafiante no UFC 298

Após três anos aposentado do MMA, Henry Cejudo decidiu voltar à ativa em maio desta temporada, diante de Aljamain Sterling. A derrota na decisão dividida sofrida para o então campeão peso-galo (61 kg) do Ultimate fez com que boa parte da comunidade, entre fãs e lutadores, apostasse que 'Triple C' se afastaria novamente do esporte. Mas este não será o caso. Afinal de contas, o medalhista de ouro olímpico no wrestling está de volta e foi escalado para enfrentar Merab Dvalishvili no UFC 298, em Anaheim (EUA), agendado para o dia 17 de fevereiro de 2024.

A notícia foi confirmada pelo próprio, neste domingo (10), em seu canal no Youtube (clique aqui). Além do combate, Cejudo indicou que o vencedor do confronto será escalado como o próximo desafiante ao cinturão da categoria até 61 kg, para encarar o vencedor de Sean O'Malley vs Marlon Vera, que medem forças pelo título em março. No momento, Henry desponta na terceira posição do ranking, enquanto Merab é o segundo colocado da lista.

"Vou lutar com o Merab Dvalishvili, não sei se pronunciei certo. No dia 17 de fevereiro, UFC 298. Nós já esperávamos. Essa luta vai decidir quem na verdade vai enfrentar o eventual vencedor de Chito Vera vs Sean O'Malley. Estou animado. Não tenho certeza se vamos co-liderar esse evento com o Ilia Topuria e o Alexander Volkanovski. Mas de qualquer forma essa luta será maluca", revelou o ex-campeão peso-mosca (57 kg) e peso-galo (61 kg) da companhia.

Card liderado por disputa de cinturão dos pesos-penas

Além do que promete ser um animado embate entre Cejudo e Merab, o UFC 298 também já conta com sua atração principal. No 'main event' da noite, o campeão peso-pena (66 kg) Alexander Volkanovski tenta mais uma defesa de cinturão contra o desafiante invicto no MMA profissional, Ilia Topuria.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes