Tsarukyan admite felicidade em ver rival sofrer nocaute brutal no UFC Austin

No UFC Austin, evento realizado no último sábado (2), no Texas (EUA), Arman Tsarukyan brilhou ao nocautear Beneil Dariush em pouco mais de um minuto, mas não esqueceu a polêmica que protagonizou junto de Bobby Green, durante a semana de luta. Tanto que, na coletiva de imprensa pós-show, o armênio fez questão de expressar toda sua aversão pelo veterano.

Na última quarta-feira (29), os integrantes do peso-leve (70 kg) brigaram no hotel escolhido pelo UFC para abrigar os profissionais envolvidos no evento. No primeiro encontro, Tsarukyan cobrou o americano por criticá-lo e, após ser empurrado pelo desafeto, lhe deu um tapa no rosto. No segundo, Green, que estava com seu time, avançou contra a equipe do armênio e agrediu um dos membros. Contudo, na atração, 'King' foi brutalmente nocauteado por Jalin Turner no round inicial. Dessa forma, Arman escancarou a satisfação em ver o sofrimento do inimigo.

"Ele estava falando m*** sobre mim. Eu simplesmente fui até ele e falei, 'Cara, não fale m*** de mim'. Porque de onde eu venho, você não pode apenas falar, você tem que responder por suas palavras. É por isso que eu só queria dizer para ele não falar m*** de mim, porque se falar, teremos que nos encontrar e conversar. Ele me empurrou, eu o empurrei e é isso. Acabou. Espero não voltar a vê-lo na minha vida. Fiquei muito feliz quando a cabeça dele ficou quicando no chão", declarou o lutador.

Registro de Tsarukyan no MMA

Arman Tsarukyan, de 26 anos, é um dos lutadores mais promissores do MMA atual. O atleta iniciou sua trajetória no esporte em 2015 e estreou na companhia em 2019. Nela, o armênio disputou dez lutas, venceu oito e perdeu duas vezes. Seus triunfos mais importantes foram sobre Beneil Dariush, Damir Ismagulov, Davi Ramos, Joel Álvarez e Olivier Aubin-Mercier.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora