Ex-UFC sofre corte profundo ao atuar no boxe sem luvas e é retirado de luta; veja

Ex-lutador do UFC, Jimmie Rivera decidiu trocar o MMA pelo boxe sem luvas e sofreu com a brutalidade do esporte. No 'Bare Knuckle 56', evento realizado no último sábado (2), em Utah (EUA), o atleta enfrentou Jeremy Stephens, também antigo competidor do Ultimate, e perdeu por nocaute técnico via interrupção médica. Como o americano sofreu um corte profundo abaixo da sobrancelha, não foi autorizado pelo médico a seguir no duelo. O registro foi compartilhado pelo perfil 'Delinquent MMA' no 'X' (veja abaixo ou clique aqui). 

A luta entre os ex-combatentes do UFC foi intensa, com Stephens levando a melhor nas trocas de golpes. Tanto que o estreante no boxe sem luvas aplicou um knockdown em Rivera. Resiliente, o atleta não se entregou, mas apresentou um corte profundo perto da sobrancelha por conta dos socos que recebeu de 'Lil Heathen'. Com a gravidade do machucado, o médico não pensou duas vezes em retirar 'El terror' do confronto.

Registro de Rivera nos esportes de combate

Jimmie Rivera, de 34 anos, é lutador de MMA e também de boxe sem luvas. Nas artes marciais mistas desde 2008, o americano construiu um cartel composto por 23 vitórias e cinco derrotas e chegou a integrar o UFC por quase seis anos. Pelo 'Bare Knuckle FC', 'El Terror' possui um triunfo, um revés e um empate. Seus principais resultados positivos foram diante de Cody Stamann, Iuri 'Marajó', John Dodson, Pedro Munhoz, 'Thominhas' Almeida e Urijah Faber.

As mais lidas agora