Dariush desabafa às vésperas de duelo com Tsarukyan: "Não ganho nada com essa luta"

Neste sábado (2), Beneil Dariush faz a luta principal do UFC Austin contra Arman Tsarukyan. E, se por um lado o veterano exalta as credenciais de seu adversário, por outro, tem suas dúvidas sobre os benefícios que o confronto pode gerar para sua carreira. Sincero, o peso-leve (70 kg) americano chegou a desabafar durante o 'media day' do show ao afirmar não ter nada a ganhar ao enfrentar o jovem da Armênia.

O ponto de vista de Dariush se justifica em números. Número três do ranking, o veterano enfrenta Tsarukyan, que ocupa o oitavo posto da categoria. Desta forma, com um triunfo, o atleta tende 'apenas' a defender sua posição na listagem, enquanto um revés pode significar ao mesmo descer alguns degraus no pelotão de elite da divisão. Apesar do cenário, 'Benny' garante que sua maior motivação é encarar os rivais mais competentes possíveis dentro do cage.

"Em termos de status, nada - eu não ganho nada com essa luta. Se eu vencer, não acho que vou me mover no ranking. Se eu perder, vou definitivamente cair algumas posições. Mas sou um atleta que ama competir contra os melhores do mundo. É isso que me motiva a lutar. Não é uma questão de ranking, nem de status, ou sobre onde essa (luta) vai me deixar. Quero me certificar que eu lute com os melhores do mundo antes de me aposentar, e acho que estou fazendo isso", ponderou Dariush.

Histórico de Beneil no MMA profissional

Ao longo dos anos, Dariush emplacou uma sequência positiva no UFC e se consolidou como um dos melhores pesos-leves do mundo. Aos 34 anos, o veterano acumula um cartel de 22 vitórias, cinco derrotas e um empate como profissional dentro das artes marciais mistas.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes