Pimblett questiona parceria entre Tony Ferguson e David Goggins: "É estúpido"

Promessa do UFC, Paddy Pimblett se prepara para disputar a maior luta de sua carreira. Em dezembro, em Las Vegas (EUA), o britânico enfrenta Tony Ferguson e, se vencer, pode integrar o top-15 do peso-leve (70 kg). Focado no compromisso, 'The Baddy' comentou a decisão tomada pelo adversário, de procurar David Goggins, militar condecorado, para reforçar sua preparação para o combate.

Conhecido na internet por publicar vídeos motivacionais e realizar treinos insanos, Goggins fez 'El Cucuy' passar maus bocados na 'Heel Week' (semana infernal) e dividiu opiniões. Para muitos, o veterano pode ter encontrado a motivação que precisava para voltar a vencer no UFC. Já outros apontam que o esforço do atleta não vai servir durante a luta. Visão defendida pelo britânico, que questionou a utilidade da parceria entre os profissionais. De acordo com Paddy, a má fase de Ferguson, de 39 anos e que tem seis derrotas seguidas, não é por falta de vontade e sim pela queda de seus atributos físicos e técnicos.

"Eu acho bizarro, é estúpido. Se tem duas coisas que Ferguson nunca precisou de ajuda é com o estado mental dele, porque ele não desistiu na chave-de-braço de Charles. E o condicionamento físico dele. Ele nunca teve problemas com o cardio, então não entendo. Ele deve estar pensando que não está onde estava mentalmente alguns anos atrás. Não é por isso que ele está perdendo, é porque envelheceu e perdeu a capacidade atlética, não é tão rápido como antes. Obviamente, aquela surra de Gaethje mudou a carreira dele e depois de ser nocauteado por Chandler do jeito que foi, seu cérebro não é o mesmo de anos atrás", declarou o lutador, ao canal do 'YouTube' 'The Energized Show'.

Registro de Pimblett no MMA

Ex-campeão do 'Cage Warriors', Paddy Pimblett, de 28 anos, chegou ao UFC cercado de grande expectativa. O britânico estreou pela organização em 2021, disputou quatro lutas, venceu todas, sendo três pela via rápida que lhe renderam o bônus de 'Performance da Noite'. Pela companhia, 'The Baddy' nocauteou Luigi Vendramini, finalizou Kazula Vargas e Jordan Leavitt e superou Jared Gordon, de forma polêmica, por pontos. Em sua carreira, o popular lutador construiu um cartel composto por 20 vitórias e três derrotas.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes