PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Conor McGregor deixa de ser o atleta mais bem pago do esporte em 2022

Conor McGregor, lutador irlandês - Reprodução/Instagram
Conor McGregor, lutador irlandês Imagem: Reprodução/Instagram

Ag. Fight

18/05/2022 18h56

Os resultados negativos parecem ter abalado o prestígio de Conor McGregor. Se em 2021 o astro irlandês liderou a lista da revista 'Forbes' dos atletas mais bem pagos, em 2022, 'Notorious' não conseguiu repetir tal feito. Nesta quarta-feira (18), a nova lista divulgada para a temporada apresenta Lionel Messi, jogador de futebol do Paris St-Germain, na primeira posição, enquanto o lutador é o 35º colocado.

É bem verdade que, apesar da queda no ranking da 'Forbes', McGregor ainda teve um ano lucrativo. De acordo com a revista, 'Notorious' faturou 43 milhões de dólares (cerca de R$ 214 milhões), sendo 33 milhões de dólares (cerca de R$ 164 milhões) provenientes das bolsas das duas lutas contra Dustin Poirier no UFC e os outros dez milhões de dólares (cerca de R$ 50 milhões) vindos de patrocínios. Vale lembrar que, em 2021, o irlandês alcançou um faturamento de 180 milhões de dólares (cerca de R$ 894 milhões).

Mesmo com a queda no ranking, McGregor segue como lutador de MMA mais bem pago. Tanto que é o único profissional da modalidade na lista. Outros grandes nomes dos esportes de combate também tiveram destaque na listagem da 'Forbes'. Estrela do boxe, Saúl 'Canelo' Álvarez faturou aproximadamente 90 milhões de dólares (cerca de R$ 447 milhões). Por sua vez, Tyson Fury, outra lenda da nobre arte, ficou em 18º lugar ao levar para a casa 62 milhões de dólares (cerca de R$ 308 milhões). Já Jake Paul, youtuber que se aventura nos ringues, ocupa a 46ª posição, com um ganho de 38 milhões de dólares (cerca de R$ 189 milhões).

MMA