PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bisping alerta Jones após provocação aos pesados: "Pare de escrever e comece a lutar"

Ag. Fight

24/01/2022 12h42

Como era de se esperar, Jon Jones não conseguiu ficar quieto enquanto assistia ao UFC 270. No evento realizado no último sábado (22), na Califórnia (EUA), Francis Ngannou defendeu o título do peso-pesado pela primeira vez ao vencer Ciryl Gane por decisão unânime, porém 'Bones' não se mostrou nada impressionado com a atuação da dupla no octógono. E a postura do ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) nas redes sociais incomodou Michael Bisping.

Antes da luta entre Ngannou e Gane acontecer, Jones, que se prepara para estrear no peso-pesado do UFC, elogiou os profissionais e informou que estaria atento ao encontro para estudar seus possíveis adversários, mas mudou de postura. Durante e depois do combate, 'Bones' questionou a qualidade de 'Bon Gamin' e 'The Predator', confessou que esperava mais dos atletas de ponta da categoria, minimizou o risco de atuar naquela que é considerada por parte dos fãs a divisão de maior perigo no MMA e prometeu dominá-la.

Ao participar de um programa pós-UFC 270, na 'ESPN' americana, Bisping reprovou o posicionamento de Jones. De acordo com o ex-campeão da companhia e atual comentarista, já passou da hora do astro do esporte, que não luta desde 2020, voltar a atuar no octógono. A curiosidade é que o comportamento de 'Bones' não surpreende parte da comunidade do MMA, uma vez que o mesmo costuma aproveitar a realização de grandes eventos para opinar e voltar aos holofotes através de polêmicas e não por conta de suas performances.

"Pare de escrever e comece a lutar. Está tudo bem, sentado lá, colocando os lutadores para baixo e se referindo a si mesmo como papai, o que ele pode muito bem ser. Ele poderia entrar e envergonhar todos na divisão dos pesados, mas nós não sabemos disso até que você seja homem o suficiente para aparecer e fazer isso. Você não pode ficar parado, desconsiderar e meio que zombar do que aconteceu esta noite", declarou o ex-campeão do UFC.

Jon Jones, de 34 anos, é ex-campeão dos meio-pesados do UFC e é apontado por parte dos fãs como o melhor lutador da história do MMA. Após dominar a categoria, 'Bones' decidiu se aventurar e passou a integrar o peso-pesado, já que revelou que sempre sonhou em alcançar o lugar mais alto da divisão. A curiosidade é que o americano estreou no esporte em 2008 e foi contratado pela organização na mesma temporada.

Em sua carreira no MMA, Jon Jones disputou 28 lutas, venceu 26, perdeu uma e a outra terminou em 'no contest' (sem resultado). Seus triunfos de maior importância foram sobre Alexander Gustafsson (duas vezes), Anthony Smith, Chael Sonnen, Daniel Cormier, Dominick Reyes, Glover Teixeira, Lyoto Machida, Maurício Shogun, Ovince Saint Preux, Quinton 'Rampage' Jackson, Rashad Evans, Ryan Bader, Stephan Bonnar, Thiago 'Marreta' e Vitor Belfort.

Esporte