PUBLICIDADE
Topo

Ex-campeão peso-pesado do UFC conta como paternidade mudou seu estilo de vida

Ag. Fight

31/03/2020 08h00

A última notícia em relação a Tim Sylvia como lutador foi em 2015, quando, por estar 48 kg acima do peso da categoria (120 kg), foi impedido de lutar no Reality Fighting 53. No entanto, a vida do ex-campeão peso-pesado do UFC parece ter dado uma guinada nos últimos anos. Isso porque ele divide atualmente seu tempo entre cuidar do filho pequeno e caçar animais, atividade que é acompanhada por um programa televisivo chamado 'Hit Squad Outdoors with Tim Sylvia'. E é justamente após o nascimento de seu primogênito que sua vida mudou.

Em um episódio da série do UFC 'Where are they now?' (Onde eles estão agora?), publicado na última quinta-feira (26) no Youtube, Sylvia revelou que seus passos seguintes ao final de sua carreira como atleta foram norteados pelo nascimento do filho (clique aqui ou veja abaixo). O americano de 44 anos, após uma carreira com direito a dois cinturões dos pesados do UFC, uma fratura no braço e uma suspensão por uso de doping, mostrou sua rotina em Keosauqua, uma cidade de menos de mil habitantes, em Iowa (EUA). Assim, o americano trocou a agitação de uma trajetória de altos e baixos como atleta pela tranquilidade do interior do país norte-americano.

"As pessoas sempre dizem: 'Quando você tem filhos, isso muda você'. Eu era tipo: 'Não vai me mudar', mas mudou", revelou o ex-campeão. "'Sou um matador. Tenho instinto de matador. Não ligo para as coisas'. Na primeira vez que eu vi o meu menino bebê, isso acabou. Eu não tinha mais a mentalidade de matador".

"Eu era uma pessoa egoísta e sempre pensava sobre mim", destacou Sylvia. "Não gostava de dividir as coisas e agora meu filho ama bacon. Você sabe, é o último pedaço de bacon, você está chegando nos 40 e ele fala: 'Papai, posso pegar esse?'. E eu falo: 'É claro que você pode'".

O ex-campeão do UFC alcançou o título peso-pesado duas vezes em sua trajetória dentro do Ultimate. Meses após a primeira grande conquista na organização em 2003, Sylvia foi destronado ao ser flagrado no exame antidoping, mas, em 2006, ele recuperou o posto. Em toda sua carreira profissional, o ex-lutador acumulou 22 nocautes, dentre seus 31 triunfos.

Veja o vídeo abaixo:

Esporte