PUBLICIDADE
Topo

MMA


Ex-campeão do Shooto Brasil, Glyan Alves morre após ser baleado em MG

O lutador Gylan Alves - Leo Farias
O lutador Gylan Alves Imagem: Leo Farias

Ag. Fight

19/03/2020 13h34

Glyan Alves, uma das jovens promessas do MMA brasileiro, teve sua vida interrompida de forma trágica na noite da última terça-feira (17), em Juiz de Fora (MG). Ao site 'MMA Fighting', Santos Rocha, pai e treinador do atleta, confirmou que seu filho não resistiu aos ferimentos após ser baleado na garagem de sua casa.

Ex-campeão do Shooto Brasil e detentor do cinturão peso-galo (61 kg) do JF Fight, Glyan levou três tiros na cintura e na perna. De acordo com seu pai, o lutador foi levado às pressas para o hospital e sofreu vários ataques cardíacos antes que os médicos declarassem sua morte. As circunstâncias e os suspeitos pelo assassinato ainda não são conhecidos.

Tanto o Shooto Brasil como o JF Fight, eventos nos quais Glyan se sagrou campeão, divulgaram nota de pesar pelo falecimento do lutador em suas redes sociais. A franquia mineira enviou suas condolências e chamou o atleta de "eterno campeão" (veja abaixo ou clique aqui). Já a organização presidida por Dedé Pederneiras prestou sua homenagem ao jovem "que certamente tinha muitas outras conquistas pela frente" (veja abaixo ou clique aqui).

Tido como uma das promessas da nova geração do MMA brasileiro, Glyan Alves tinha 25 anos e ostentava um cartel de 13 vitórias e cinco derrotas como profissional. Em suas duas últimas apresentações, ambas em 2019, o mineiro acabou derrotado por Herberth Reis de Sousa e Elvis Batista da Silva, no Future FC 3 e no Shooto Brasil 94, respectivamente.

MMA