PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Futuro adversário, Smith minimiza flagra de Jones em exame antidoping

Ag. Fight

24/01/2019 12h35

A revelação de que a VADA (Agência Voluntária Antidoping) identificou pequenas frações de turinabol no exame realizado em Jon Jones após o UFC 232 trouxe menos tensão e repercussão do que em outros episódios. O próximo adversário do campeão dos meio-pesados (93 kg), por exemplo, não mostrou nenhum tipo de preocupação com o caso. Por meio do Twitter, Anthony Smith afirmou que "não se importa" com a presença de resíduos de substâncias proibidas no corpo do oponente e que, ao assinar o contrato para enfrentar 'Bones' no UFC 235, estava ciente de toda a situação.

Antes de seu último duelo, contra Alexander Gustafsson, no fim do ano passado, foi descoberto que exames detectaram resquícios da substância com a qual Jones havia sido flagrado em 2017. O UFC e a USADA (agência antidoping americana), entretanto, consideraram que não se tratava de um novo doping, uma vez que a quantidade encontrada era condizente com a possibilidade de uma presença residual. Apesar dos protestos dos rivais de Jones e da mudança de sede do UFC 232, no fim das contas 'Bones' lutou e nocauteou Gustafsson. Em um indício de que o teste positivo da VADA já era esperado, Anthony afirmou que fechou o acordo para lutar com Jones "sem expectativas".

"Se você está me procurando para falar sobre isso, não o faça. Eu verdadeiramente não me importo. Picogramas, não picogramas, piscina olímpica, pitadas de sal... Não poderia não me importar mais. Eu assinei na linha, fiz isso sabendo o que eu estava assinando e fiz isso sem nenhuma expectativa. Estou bem, pessoal", comentou na rede social. A citação à piscina e ao sal faz referência a uma declaração de Jones em 2018 na qual o atual campeão dos 93 kg afirmou que a quantidade de turinabol em seu corpo era na proporção de uma pitada de sal em uma piscina de 50 m.

Embora nenhum tipo de suspensão tenha sido anunciada para Jones, a situação influencia diretamente no confronto entre ele e Smith. O UFC 235 está marcado para Las Vegas (EUA) e, assim, será sancionado pela Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC) — exatamente aquela que provocou a mudança do UFC 232 para Inglewood (EUA), por considerar o tempo de análise dos exames antidoping de Jones curto demais para lhe garantir uma licença. 

Esporte