PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Luta dos sonhos! Chris Weidman revela desejo de enfrentar Jon Jones no UFC

Ag. Fight

21/01/2019 13h29

Chris Weidman não entra em ação pelo UFC desde que foi nocauteado por Ronaldo 'Jacaré', em novembro do ano passado. No entanto, apesar do período afastado, o ex-campeão dos pesos-médios (84 kg) projeta um retorno em grande estilo. Isso porque, 'All American', como é conhecido, admitiu que enfrentar Jon Jones no Ultimate seria uma luta dos sonhos para ele.

Durante entrevista ao site 'TMZ Sports' nesse domingo (20), Weidman revelou que enfrentar 'Bones' era um desejo antigo. Peso-médio de origem, o americano teria que subir de categoria caso queira realmente medir forças com o campeão dos meio-pesados (93 kg). E essa possível mudança não parece incomodar Chris, que aproveitou para alfinetar seu possível rival.

"Eu diria Jon Jones (luta dos sonhos). Ele está no meu radar desde a época que eu era campeão e ele era campeão dos meio-pesados. Sempre me imaginava subindo de categoria e tomando o cinturão dele. Ele passou por adversidade, assim como eu. Espero que (esse duelo) se alinhe em algum momento. Tenho que trabalhar duro para chegar lá, mas essa é a luta que eu gostaria de disputar. Essa história toda envolvendo picogramas coloca muitos asteriscos no legado dele", opinou Weidman.

Embora tenha o desejo que encarar Jones, o ex-campeão dos médios está lesionado no momento. Mas mesmo com um incômodo no pescoço, Chris garantiu que retornará aos octógonos do Ultimate ainda em 2019. No entanto, o americano fez mistério sobre em qual categoria de peso ele pretende reingressar na nova temporada.

"Me sinto bem. Para ser sincero, estou com um probleminha no pescoço e estou aguardando o parecer dos médicos para saber qual o próximo passo, estou tentando ficar saudável. Não sei onde será minha próxima luta, se nos pesos-médios ou nos meio-pesados, as duas categorias se mantém interessante como possibilidade. Mas uma coisa de cada vez, minha saúde é o mais importante agora. Estou cuidando disso para ver o que faço depois", afirmou o atleta da 'Serra-Longo Fight Team', antes de projetar seu retorno ao UFC.

"Sim, definitivamente lutarei em 2019. No pior dos cenários, eu teria que fazer uma cirurgia. Mas mesmo assim, é um procedimento leve, que a pessoa se recupera em seis semanas, coisa rápida. Mas de qualquer forma, espero que isso não aconteça (cirurgia)", concluiu o americano.

Weidman ganhou fama no mundo ao nocautear Anderson Silva em julho de 2013 e acabar com o reinado do brasileiro. Aos 34 anos, Chris soma 14 vitórias e quatro reveses ao longo de sua trajetória como profissional de MMA até então.

 

Esporte