PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jennifer Maia recebe seis meses de suspensão após doping por suplemento contaminado

Ag. Fight

15/01/2019 17h33

Nesta terça-feira (15), a USADA (agência antidoping americana) revelou que a brasileira Jennifer Maia, ex-campeã peso-mosca (57 kg) do Invicta FC, aceitou a suspensão de seis meses imposta após extensa investigação sobre um flagra em um exame realizado no dia 16 de agosto de 2018. Desta forma, a atleta poderá competir a partir de março deste ano.

A penalidade reduzida, que poderia chegar a dois anos, só foi possível após a entidade comprovar que a curitibana foi vítima da ingestão de suplemento contaminado com as substâncias "furosemida, hidroclorotiazida, clorotiazida e o metabólito de tiazida 4-amino-6-chloro-1,3-benzenedisulfonamide (ACB)", de acordo com o site do próprio UFC.

O comunicado oficial emitido pela USADA garante que exames foram realizados em potes abertos e lacrados do mesmo produto ingerido pela atleta e todos mostraram substâncias proibidas pelas normas antidopagem e que não constavam no rótulo dos recipientes. Desta forma, eles agora fazem parte da lista de risco da entidade.

Esporte