PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dana White garante Amanda Nunes no Hall da Fama e decreta: "Melhor da história"

Ag. Fight

30/12/2018 06h32

A vitória-relâmpago diante de Cris 'Cyborg' chocou o mundo do MMA e fez de Amanda a primeira campeã de duas categorias diferentes no UFC. E com tamanha moral conquistada após o duelo desse sábado (29), a atleta pediu, ainda no octógono, seu lugar no Hall da Fama do evento. Desejo que tem tudo para ser atendido, embora não em breve.

Presidente do show, Dana White não escondeu a felicidade com o desempenho das brasileiras no combate agressivo, mas deixou claro que o foco da 'Leoa', ao menos por enquanto, não pode ser fazer parte do seleto grupo, uma vez que ainda existe um longo caminho para a atleta de 30 anos.

"Eu falaria, se acalme garota (risos). Digo, é claro que ela eventualmente será Hall da Fama, olha o currículo dela. Ela é a melhor de todos os tempos", cravou o cartola. "Ela é a melhor de todos os tempos. Se você olhar os nomes de quem ela já bateu... Ninguém pode negar. Você pode tentar, mas ela é a melhor".

Depois de se derreter pela nova campeã dos penas, Dana relembrou a cautela e paciência com que Amanda tratou o combate. Afinal, depois de derrotar Raquel Pennington, em maio, a atleta precisou tratar de uma lesão, aumentar de peso e se preparar para o duelo contra uma rival que estava invicta há mais de 13 anos.

"A Amanda tinha me dito: "Preciso colocar mais peso, ela vai estar com 75 quilos". Eu nem sempre acredito nisso, pode perder velocidade, mas ela foi incrível, bateu muito e também levou socos. Foi a mesma coisa com o GSP (St-Pierre) quando foi para 84 kg", narrou, antes de se empolgar sobre a dinâmica do confronto, que durou menos de um minuto.

"Você tem duas campeãs que lutam para ser a mais malvada, e trocam bombas como essa. É a melhor coisa para ver", finalizou.

Esporte