PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Daniel Cormier renuncia oficialmente ao cinturão dos meio-pesados do UFC

Steven Ryan/Getty Images/AFP
Imagem: Steven Ryan/Getty Images/AFP

Ag. Fight

29/12/2018 15h13

Daniel Cormier, um dos maiores atletas da história do MMA, tomou uma importante decisão: abrir mão de um de seus cinturões do UFC. O americano renunciou seu título dos meio-pesados (93 kg), o que dá a entender que 'DC' encerrará sua carreira realmente como um peso-pesado - categoria da qual ele também é campeão atualmente no Ultimate.

A notícia foi dada durante entrevista ao site da 'ESPN' americana na última sexta-feira (28). Daniel provavelmente teria seu título retirado de qualquer forma, uma vez que Jon Jones e Alexander Gustafsson disputarão o cinturão dos meio-pesados neste sábado (29) no UFC 232, em Inglewood (EUA). Neste cenário, o americano preferiu tomar as rédeas da situação para si e abrir mão do posto de campeão da divisão até 93 kg.

"Hoje vou renunciar ao título de meio-pesado do UFC. Não vou perder o cinturão que defendi com tudo de mim durante três anos e meio. Ser destituído de um título sugere que você fez algo errado, e eu não fiz", declarou Cormier, antes de comentar seu legado no esporte.

"Prefiro ir embora dessa forma, com a minha cabeça erguida como sempre foi, do que ter escrito nos livros que eu fui destituído. Eu defendi este título neste ano. Fui abordado com a ideia de lutar nos pesos-pesados e aceitei. Lutei três vezes em 2018; nenhum campeão foi mais ativo do que eu. Sou o lutador do ano. Minha história e meu legado não me terão sendo destituído de um título. Podem ficar com ele", completou.

Este sábado será o último dia de DC como bicampeão do UFC, pois Jones e Gustafsson medirão forças para o mundo conhecer o novo campeão dos meio-pesados. Restará a Cormier o cinturão dos pesados, o qual ele deve defender pela última vez no primeiro trimestre de 2019, antes de se aposentar.

MMA