PUBLICIDADE
Topo

Esporte

BJ Penn é finalizado pela primeira vez na carreira; Douglas Silva sofre nocaute técnico

Diego Ribas, em Inglewood (EUA)

Ag. Fight

29/12/2018 23h50

Realizado neste sábado (29) em Inglewood (EUA), o card preliminar do UFC 232 contou com o retorno de BJ Penn ao octógono. Ex-campeão em duas categorias diferentes e membro do 'Hall da Fama', o havaiano, que não competia desde junho de 2017, anotou a sexta derrota seguida de sua carreira, e desta vez de uma forma inédita.

Ainda no primeiro round, em menos de três minutos, Penn, campeão mundial de jiu-jitsu em 2000, foi finalizado pela primeira vez na carreira por Ryan Hall, atleta especialista na luta de solo que aproveitou as tentativas do rival em chutá-lo no chão para embolar as pernas e atacar uma justa chave de calcanhar que obrigou o veterano a desistir.

"Foi uma honra lutar com ele, e seria uma honra ter a oportunidade de treinar com ele pois ele me ensinou tudo o que sei através do vídeo", narrou emocionado o vitorioso.

Com o resultado, Penn agora soma 16 vitórias e 13 derrotas, além de dois empates, em sua carreira profissional. Sua última vitória foi em novembro de 2010, quando nocauteou Matt Hughes, outro membro do Hall da Fama do UFC.

Brasil em ação

Único brasileiro em ação no card do UFC 232, Douglas Silva de Andrade  não conseguiu emplacar uma sequência de vitórias e acabou superado por Petr Yan. Melhor desde o início, o peso-galo (61 kg) russo levou a melhor em pé, onde conectou diversos chutes no assalto inicial, e no chão, onde trabalhou sempre como o agressor por cima. No intervalo do segundo para o terceiro round o time do brasileiro decretou o nocaute técnico.

Homenagem

Vice-campeão de uma das edições do TUF e apontado como um talento desperdiçado no octógono, Uriah Hall estava pressionado por quatro derrotas em suas cinco últimas lutas no UFC. Mas diante de Bevon Lewis, o jamaicano de 34 anos soube lidar com as aversidades até encontrar o momento certo de atacar.

Depois de dominar as ações no primeiro round e ser controlado na etapa seguinte, Hall entrou cauteloso e à espera de um vacilo do oponente. E assim que Lewis abaixou a mão esquerda depois de entrar com um chute, um direto de direita no queixo decretou o belo nocaute que deu números finais ao combate.

"Essa vitória foi para a minha irmã. Ela está lutando contra depressão, e sei que depressão é um problema nos dias de hoje. Eu falhei muitas vezes na minha vida, e eu sei que vida é dura, mas você me disse para continuar. Vou continuar, mas hoje foi sobre você", narrou Hall ainda no octógono, sob aplausos da plateia no ginásio 'The Forum'.

Acompanhe os resultados do UFC 232:

Petr Yan venceu Douglas Silva de Andrade por nocaute técnico no 2º round;
Ryan Hall finalizou B.J. Penn no 1º round;
Nathaniel Wood finalizou Andre Ewell no 3º round;
Uriah Hall nocauteou Bevon Lewis no 3º round;
Curtis Millender venceu Siyar Bahadurzada por decisão unânime;
Montel Jackson finalizou Brian Kelleher no 1º round.

Esporte