PUBLICIDADE
Topo

Esporte

St-Pierre pondera retorno ao UFC: "Não quero travar a categoria inteira"

Ag. Fight

27/12/2018 13h50

Georges St-Pierre não se decide. Ora insinua que deseja voltar ao UFC, para tentar mais um grande feito em sua carreira, ora demonstra um certo desinteresse com a possibilidade de lutar MMA profissionalmente. Desta vez, em entrevista ao programa 'Jim & Sam', ele optou por esta última opção.

'GSP' declarou que, durante seus treinamentos, sente-se à vontade para pensar em retornar ao Ultimate. No entanto, ao analisar outras questões, pondera a decisão. O canadense afirmou que vai usar este fim de 2018 para avaliar, de fato, se volta ou não.

"Estou em um ponto no qual, quando treino, me sinto confiante, forte e muito bem. Me sinto melhor hoje do que quando tinha 25 anos. Mas, às vezes, ouço um monte de besteiras e me pergunto: 'Quero realmente voltar para tudo isso?' Neste momento, acho que vou passar as festas de fim de ano e pensar sobre isso. Vou ver o que vai acontecer", declarou.

St-Pierre ainda comentou a dificuldade de encontrar uma luta viável, pois não acredita que o UFC dará a ele uma oportunidade diretamente ao título dos pesos-leves (70 kg), como o canadense já mostrou vontade. Segundo 'GSP', a hipótese de fazer defesas de cinturão não o agrada.

"Entendo que eles têm um negócio para cuidar. Mas, se eu tiver que voltar, iniciar outra jornada pelo cinturão, vou conseguir lutar pelo título? Quando você luta pelo título, tem de manter o cinturão e defendê-lo, defendê-lo, defendê-lo. Não quero travar a divisão inteira", disse.

Em 17 anos de carreira profissional no MMA, Georges perdeu apenas duas vezes: uma em 2004, finalizado por Matt Hughes, e outra em 2007, quando foi nocauteado por Matt Serra. Em sua longa passagem pelo UFC, St-Pierre já foi campeão dos meio-médios (77 kg) e dos médios (84 kg).

Esporte