PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dana White garante title shot a Kamaru Usman, mesmo sem Woodley

Ag. Fight

27/12/2018 18h16

O UFC já sabe quem será o próximo desafiante dos meio-médios (77 kg): Kamaru Usman. Mas isso não quer dizer que o nigeriano vá enfrentar o campeão da categoria, Tyron Woodley. Dana White, presidente da organização, confirmou ao site 'MMA Junkie' a informação de que Usman já assinou um contrato para disputar o cinturão no UFC 235, no dia 2 de março.

Na última quarta-feira (26), Ali Abdelaziz, empresário de Kamaru, afirmou ao programa 'MMAjunkie Radio' que seu agenciado estava garantido no evento, contra Woodley. White, por sua vez, corrigiu: segundo o dirigente, o confronto será 'Usman vs alguém, pelo título" - uma forma de deixar claro que o campeão pode ser destituído do posto ou que o combate pode valer o cinturão interino.

Tyron tem trocado farpas com Dana, por causa da demora em voltar ao octógono. O presidente do Ultimate cobra que o lutador esteja disponível no momento que a organização precisa de disputas de cinturão - afinal, entre outros fatores, a falta de uma delas resultou no cancelamento do UFC 233, por exemplo.

Abdelaziz argumentou que Kamaru mereceu a disputa pelo título ao dominar Rafael dos Anjos por cinco rounds, em novembro. Além disso, destacou que seu atleta esteve por duas vezes para lutar contra Colby Covington, mas o oponente negou as propostas feitas pela organização.

"Cara, não preciso esperar por Woodley. Ele é o campeão do UFC. Em primeiro lugar, ele estava pronto para enfrentar Colby, só para ser justo com o Woodley, porque acho que às vezes não somos justos com Woodley. Eu acho que ele é um dos maiores meio-médios de todos os tempos, em minha opinião. Mas acho que agora ele estava pronto para enfrentar Covington, e ele tinha o cinturão interino. (Mas) Colby disse: 'Não, meu nariz está doendo'", relatou.

"Usman acabou de ter um grande desempenho sobre (Dos Anjos), domínio em cinco rounds. Como você pode não dar a ele (o title shot)? E ele estava disposto a enfrentar Colby Covington em janeiro e fevereiro, mas Covington disse não. Foi por isso que eu cheguei a Dana e falei: 'Ele disse não. Estamos prontos para lutar agora, mesmo com lesão'. Parabéns ao UFC. Acho que às vezes detonamos o UFC, mas tenho que dar os parabéns a eles por dar aos caras os títulos que merecem. E Usman com certeza merece", completou o empresário, que também agencia o campeão peso-leve (70 kg) Khabib Nurmagomedov.

Usman tem 14 vitórias e uma derrota em sua carreira. O único revés do 'Pesadelo Nigeriano' como profissional foi em 2013, na sua segunda luta. Dentro do Ultimate, o campeão do programa 'TUF 21' ganhou todos os combates que disputou, passando por adversários como Warlley Alves, 'Serginho' Moraes e Demian Maia.

Esporte