PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jones chora e nega culpa em suposto caso de doping: "Fora do meu controle"

Jon Jones tenta voltar ao octógono após suspensão por doping - AP/John Locher
Jon Jones tenta voltar ao octógono após suspensão por doping Imagem: AP/John Locher

Ag. Fight

24/12/2018 19h05

A primeira declaração de Jon Jones sobre a detecção de resquícios de turinabol em seu corpo, revelada no último domingo (23), foi feita pelo Twitter, afirmando que é um atleta limpo. E, na madrugada de segunda-feira (24), o ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC voltou a se pronunciar: fez uma transmissão ao vivo no Instagram a fim de se comunicar diretamente com os torcedores sobre a mais nova polêmica envolvendo o seu nome.

A presença do esteroide em seus exames antidoping fez o Ultimate mudar os planos do UFC 232. Como a Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC) se negou a conceder a licença para 'Bones' lutar em Las Vegas sem ter tempo para investigar os resultados laboratoriais, a organização levou o show para a Califórnia, onde o ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) já tinha autorização para entrar no octógono.

O esforço da empresa e o passado suspeito de Jones causaram uma reação majoritariamente negativa de muitos atletas, a exemplo de Daniel Cormier, Alexander Gustafsson e Corey Anderson.

Na 'live', Jon afirmou que chegou a chorar quando soube da situação e que se sentiu tão decepcionado quanto os fãs. Apesar disso, reiterou que não teve culpa da aparição do turinabol em seu corpo e disse que está tomando providências para minimizar os efeitos da alteração para algumas pessoas que pretendiam ir a Las Vegas vê-lo no octógono.

"Como estão as coisas, pessoal? É o seu garoto, 'Bones' Jones aqui. Quero apenas tirar um tempo para me desculpar com os fãs pelo que está acontecendo. Esta é uma situação que está completamente fora do meu controle. Mas ainda assim vou me responsabilizar e pedir desculpas por isso estar acontecendo. Percebo que há muita gente perdida na situação. Pessoas vieram da Suécia, do Brasil, outros lutadores. Sinto a frustração de vocês. Hoje (domingo) foi um dia infernal. Um grande choque para todos nós. Chorei hoje, porque sinto a frustração dos fãs. E vou fazer o que eu posso para tentar acertar as coisas para pelo menos alguns de vocês. Já tomei conta de alguns voos e alguns ingressos para as pessoas, então estou fazendo o que posso para acertar isso. Mas eu realmente só quero garantir a vocês que este não foi um erro que eu cometi. Completamente fora do meu controle. Mas sinto a dor de vocês e sinto muito, sinceramente. Amo vocês, caras. Deus os abençoe. E acho que verei alguns de vocês na Califórnia", declarou.

O UFC 232 vai definir o novo campeão meio-pesado (93 kg), uma vez que o cinturão foi deixado vago por Daniel Cormier, atual dono do título peso-pesado. Jones e Gustafsson fazem a luta principal, enquanto Cris 'Cyborg' e Amanda Nunes lutam pelo título peso-pena (66 kg) na co-principal.

Esporte