PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Campeã do UFC aposta em nocaute ou finalização de Cyborg sobre Amanda

UFC anuncia Amanda Nunes x Cyborg em evento em 29 de dezembro - Divulgação/UFC
UFC anuncia Amanda Nunes x Cyborg em evento em 29 de dezembro Imagem: Divulgação/UFC

23/12/2018 17h33

A campeã peso-mosca (57 kg) do UFC, Valentina Shevchenko, projetou que Cris 'Cyborg' encerrará a luta contra Amanda Nunes - agendada para o próximo sábado (29), em Las Vegas (EUA) -, antes mesmo do início do último round. Conhecida como 'Bullet', a atleta do Quirguistão aposta no cansaço da 'Leoa' entre o terceiro e o quarto assalto, quando, em sua opinião, a campeã dos penas (66 kg) partirá para cima e finalizará ou nocauteará a compatriota.

Apesar de Amanda ser a atual campeã dos galos (61 kg), o título que estará em jogo no confronto entre as brasileiras será o dos penas, hoje nas mãos de 'Cyborg'. E Shevchenko, que fez treinos com Cris durante o atual camp da paranaense, não só deu o seu veredito para o combate, como também descreveu a sua projeção de como ele se desenrolará no octógono.

Em entrevista coletiva transcrita pelo site 'MMA Fighting', Valentina apostou que a 'Leoa' repetirá o jogo que usou contra ela, quando se enfrentaram em 2016 e 2017. Em ambas as oportunidades, Amanda teve a sua mão levantada pelo juiz, entretanto, a atleta do Quirguistão garante que desta vez o resultado será diferente para a campeã dos galos.

"Cris encerrará essa luta antes de ir para a decisão. Ela irá nocautear ou finalizar no terceiro, talvez no quarto round. (...) Amanda vai começar bem, acho que ela vai usar a mesma tática que usou contra mim. Tentar evitar a trocação franca, se movimentar, somar pontos... (...) Sem muito dano, mas com mais pontos. Em algumas situações, tudo bem. Nunca se sabe o que pode acontecer. Irá tentar algumas quedas ou algo assim, mas, com a pressão de 'Cyborg', Amanda não conseguirá fazer tanto isso. (...) Ficará cansada e, nesse momento, 'Cyborg' irá para cima com tudo e encerrará a luta", previu.

Shevchenko disputou o cinturão dos galos contra Amanda em setembro de 2017, mas foi superada por decisão dividida dos juízes. Depois disso, desceu de categoria e, no início deste mês, conquistou o título dos moscas, quando derrotou Joanna Jedrzejczyk por unanimidade dos árbitros presentes em Toronto, no Canadá.

Aos 30 anos, a atleta do Quirguistão declarou, em entrevistas recentes, ter "negócios inacabados" com Amanda, contra quem gostaria de fazer um terceiro combate. Ao longo da carreira profissional como atleta de MMA, Valentina somou 16 triunfos e apenas três reveses em seu cartel.

Esporte