PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Calderwood ironiza cartel de brasileira: "Não lutou com ninguém"

Ag. Fight

21/12/2018 08h00

Ariane Lipski ainda não estreou no UFC, mas seu cartel vitorioso e o título peso-mosca (57 kg) que conquistou no evento polonês KSW têm atraído muita atenção para o duelo contra Joanne Calderwood, agendado para o UFC Brooklyn, no dia 19 de janeiro. Mas, se a expectativa é alta por parte dos fãs, parece que não se pode dizer o mesmo da adversária da brasileira. Em entrevista ao site 'MMA News', 'Jojo' minimizou o histórico de oponentes da paranaense.

Lipski, de 24 anos, tornou-se profissional em 2013. Desde aquele ano, conquistou 11 vitórias e sofreu apenas três derrotas. O último revés da 'Rainha da Violência' foi em 2015, antes de migrar para o MMA europeu - continente, aliás, de onde veio a escocesa Calderwood. Joanne declarou não estar impressionada pela sequência invicta de nove lutas da brasileira.

"Ela não lutou com ninguém. Se você comparar nossos carteis, estamos praticamente iguais. Mas as garotas contra quem ela lutou, ninguém me chama a atenção. Se você vir as pessoas para quem eu perdi, elas estão lá em cima, têm carteis positivos e são bem conhecidas. Eu sinto que, do ponto de vista da experiência, eu treinei com lutadoras melhores do que as que ela enfrentou. Não estou sendo arrogante, apenas muito confiante com as habilidades que adquiri em minha carreira. Será uma grande luta, mas ela não vai trazer nada que eu nunca tenha visto", disse.

Sete anos mais velha do que Ariane, Calderwood veio do kickboxing e migrou para as artes marciais mistas em 2012. Como profissional de MMA, foram 12 vitórias e três derrotas - todas dentro do UFC, organização na qual obteve também quatro triunfos.

Esporte