PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mudanças no card garantem fraco público para treino aberto do UFC 230

Diego Ribas, em Nova York (EUA)

Ag. Fight

31/10/2018 16h26

Realizado nesta quarta-feira (31) no ginásio Madison Square Garden, em Nova York (EUA), o treino aberto do UFC 230 contou com as quatro principais estrelas do evento em ação nos tatames. No entanto, ao contrário das edições anteriores realizadas nesta arena em 2016 e 2017, o público não compareceu em peso.

Possivelmente desmotivados pelas constantes mudanças no card do show, que chegou a contar com a presença de Luke Rockhold, Nate Diaz e Dustin Poirier, os fãs ainda viram a luta principal do UFC 230 mudar em cima da hora. Isso porque Valentina Shevchenko e Sijara Eubanks foram convocadas para a disputa do cinturão vago dos moscas (57 kg) e descartadas após o improvável duelo Cormier vs Lewis ser anunciado três semanas atrás.

Com as arquibancadas praticamente vazias, o dono da casa Chris Weidman contou com o apoio total do pequeno público presente a cada um de seus movimentos. Durante sua demonstração técnica, Chris priorizou golpes em pé e, já transpirando, também se arriscou com a cesta de basquete, quando mostrou certa intimidade com a bola.

Único brasileiro presente e rival de Weidman no co-main event, Ronaldo 'Jacaré' exibiu seus movimentos de jiu-jitsu, alternou com algumas quedas e mostrou empenho para engatar combinações de golpes em pé. Tudo isso mesmo diante do frio que já incomodava os atletas.

"É um prazer para mim. Estou feliz de lutar aqui, fiz um bom training camp. Vou vencer", declarou ao microfone antes de tirar fotos com os fãs e arriscar arremessos de basquete - e comprovar que seu talento é mesmo para o mundo das lutas.

Campeão dos pesos-pesados e dos meio-pesados (93 kg), Daniel Cormier fechou a cerimônia com o empenho de se sempre. Wrestling, jiu-jitsu, e muito boxe, justamente a mesma receita apresentada poor 'DC' no octógono, garantiram a interação com o público.

"Sou o que um lutador de MMA é feito. O Lewis tem quantas chances de me vencer no sábado? Se você vai lutar com o Daniel Cormier, você não tem chances", finalizou o wrestler de 39 anos.

Primeiro dos competidores a se apresentar no 'MSG', Derrick Lewis não suou. Agasalhado e com cara de cansado, o peso-peso chegou sozinho e deixou claro que não iria treinar. Ao invés disso, ele preferiu responder perguntas dos fãs, que por vezes giravam apenas em torno do seu famoso problema com o corte de peso.

"Eu tentei me manter mais leve, comendo melhor, comida saudável", relatou, antes de arrancar risadas dos presentes ao falar suas besteiras costumeiras. "Mas quando minha esposa está na cidade, em como ela", finalizou, baixando o nível.

Esporte