PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-futura desafiante ao cinturão rebate comentarista do UFC; entenda

Ag. Fight

29/10/2018 15h29

Apesar de não mais disputar o cinturão no UFC Nova York, Sijara Eubanks entrará no octógono no evento do próximo sábado (3), quando poderá dar uma resposta àqueles que a trataram como uma desconhecida na organização, como o comentarista Joe Rogan. A americana tinha sido, inicialmente, escalada para substituir a ex-campeã Joanna Jedrzejczyk na disputa pelo título vago do peso-mosca (57 kg) feminino no ginásio do 'Madison Square Guarden', contra Valentina Shevchenko. No entanto, 'Sarj' possui pouca experiência no MMA, o que pode ter motivado a reação do entrevistador oficial do Ultimate.

No início deste mês, ao saber da escalação de Eubanks contra Shevchenko, o apresentador destacou através de uma edição do podcast 'Joe Rogan Experience MMA Show': "Sem ofensas, mas eu nem sei quem é Sijara Eubanks, e eu sou o comentarista do UFC". Diante disso, Sijara, que agora lutará contra Roxanne Modafferi no evento que terá como embate principal a disputa entre os pesos-pesados Daniel Cormier e Derrick Lewis, ressaltou que achou o comentário de Rogan desrespeitoso, e que irá confrontá-lo sobre isso na entrevista que dará após a luta.

"Ele sabe quem eu sou. Ele sabe quem eu era antes de dizer isso, não precisava dizer isso em seu blog. Eu achei desrespeitoso, então não estou feliz com Joe Rogan. Ele não pode evitar me entrevistar. Um dia ele vai se encontrar no octógono comigo. E, com o microfone, e eu vou deixá-lo saber exatamente como me sinto", comentou Eubanks no podcast 'MMA Hour'.

Aos 33 anos, Sijara Eubanks foi finalista da vigésima-sexta edição da versão americana do reality show The Ultimate Fighter (TUF). No entanto, ela teve problemas de saúde durante o corte de peso e, por isso, não lutou a final, que acabou vencida por Nicco Montaño. A americana possui apenas cinco combates profissionais de MMA em seu cartel, que conta com três vitórias e duas derrotas.

Esporte