PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Lutadores brigam após golpes ilegais e desqualificação no Brave 17

Luta do Brave 17 acaba em briga - Reprodução
Luta do Brave 17 acaba em briga Imagem: Reprodução

Ag. Fight

28/10/2018 15h05

Conor McGregor e Khabib Nurmagomedov fizeram escola. No Brave 17, realizado em Lahore, no Paquistão, no último sábado (27), mais uma vez uma briga entre dois atletas roubou a cena. Ao ser desclassificado por cotoveladas ilegais, o peso-galo (61 kg) Gamzat Magomedov se indignou e partiu para cima de JP Buys. Um dos córneres deste último deu um empurrão no russo e iniciou uma confusão que só terminou com a intervenção do árbitro Marc Goddard e de executivos da liga de MMA do Oriente Médio.

Já ao ser anunciada sua desqualificação pelo árbitro, Magomedov começou a gritar e fazer gestos obscenos para o adversário, que ainda estava no chão. Aos poucos, porém, o atleta foi se aproximando de Buys, o que provocou o empurrão do treinador do sul-africano (veja abaixo ou clique aqui). No fim das contas, o protesto e a briga de nada adiantaram, e o resultado contrário ao russo foi mantido.

Na luta principal, o brasileiro Rodrigo Cavalheiro foi derrotado por Abdoul Abdouraguimov. O incessante jogo de grappling e quedas do russo trouxe muitas dificuldades para o curitibano, que teve sua sequência de duas vitórias interrompida na decisão dos juízes. 'Sinistro', por sua vez, conseguiu a nona vitória na carreira e se aproximou de uma disputa do cinturão meio-médio (77 kg) contra Jarrah Al-Silawi, que conquistou o título em setembro último, contra Carlston Harris.

MMA