PUBLICIDADE
Topo

Esporte

'Capoeira' lesiona ligamento do joelho e está fora do UFC Pequim

Fábio Oberlaender, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

27/10/2018 16h31

Elizeu 'Capoeira' iria em busca da sua sétima vitória consecutiva no UFC no próximo dia 24 de novembro, em Pequim, na China. Porém, um rompimento parcial no ligamento do joelho direito o obrigou a adiar os seus planos na organização. Neste sábado (27), à reportagem da Ag. Fight, o lutador detalhou a lesão e comentou a expectativa de retorno aos treinos. Outro a se manifestar sobre o assunto foi Cristiano Marcello, treinador do atleta, que revelou que um procedimento cirúrgico não será necessário.

De acordo com 'Capoeira', o rompimento atingiu o conjunto de fibras localizado na parte interna do joelho, que tem como função manter a estabilidade da articulação: "Tive uma lesão no colateral medial do joelho direito, mas espero voltar logo. Segundo o médico, com um mês e meio já dará pra voltar forte aos treinos". O seu treinador Cristiano Marcello contou que a contusão - revelada pelo site 'MMA Fighting' - ocorreu durante uma sessão de sparring, mas ressaltou que o tratamento será apenas fisioterápico.

"No início desta semana, durante um treino de sparring, ele deu uma estalada no joelho e no dia seguinte já fez uma ressonância que indicou um rompimento parcial do ligamento. Não é necessário procedimento cirúrgico, mas terá que fazer fisioterapia por, no mínimo, três semanas para que volte ao normal. Então, achamos melhor sair da luta porque, na condição em que ele está, com seis vitórias consecutivas, a coisa mais plausível e mais certa a se fazer é não lutar, até porque o médico falou que ele não estaria em condições de terminar o treinamento", relatou o técnico, em breve entrevista à Ag. Fight.

Aos 31 anos, 'Capoeira' tem 20 vitórias e apenas cinco derrotas na carreira profissional como lutador de MMA. Ele, que não sabe o que é uma derrota no octógono desde maio de 2015, enfrentaria o atleta da casa Li Jingliang. No entanto, diante da lesão de Elizeu, o chinês agora aguarda o posicionamento do UFC sobre a possibilidade de um novo adversário.

Esporte