PUBLICIDADE
Topo

Esporte

'Cigano' se irrita após saber que rival representa 'luta de rua': "Covarde"

Ag. Fight

25/10/2018 07h00

Junior dos Santos não é um atleta que costuma provocar seus adversários, muito pelo contrário. O ex-campeão dos pesos-pesados do UFC procura adotar uma postura respeitosa, no entanto, seu próximo rival conseguiu o tirar do sério. 'Cigano' soltou o verbo e criticou Tai Tuivasa - que o enfrenta no dia 1º de dezembro - por representar a bandeira da 'luta de rua'.

O brasileiro, em entrevista ao site 'Sporting News' da Austrália, revelou que assistia o último combate de seu próximo rival quando foi surpreendido com a apresentação de Tai feita por Bruce Buffer. Na ocasião, o narrador do Ultimate introduziu Tuivasa como representante da luta de rua, o que de acordo com Cigano, é um absurdo.

"Na última luta dele com o Arlovski, quando o Bruce Buffer estava apresentando ele, ele disse representar a luta de rua. Estava assistindo essa luta, vi aquilo e fiquei tipo: 'Isso nem é uma arte marcial'. Pensei que lutaria contra um artista marcial, mas não é o caso. Quero saber mais disso, vou perguntar para ele um dia. Representar a luta de rua, é uma estupidez. Quem luta nas ruas? Não é legal. É covardia", alfinetou Dos Santos.

"Luta de rua não é uma arte marcial, não existe. Como alguém pode representar isso - é palhaçada. Todos , todas academias ao redor do mundo lutam contra isso - contra esse tipo de estupidez, essa coisa de covarde. Não existe, você não é um lutador de rua, você é um covarde. Pessoas que lutam nas ruas não sabem realmente como lutar. Venha para uma academia de verdade, enfrente um lutador de verdade e você será espancado", completou o brasileiro.

Apesar de ser bem mais experiente e vir de vitória, Cigano terá uma parada dura pela frente. Isso porque o jovem australiano de 25 anos nunca perdeu uma luta em sua carreira. 'Bam Bam', como é conhecido, venceu os oito combates que disputou, sendo sete desses por nocaute. Mas isso não parece ser problema para o brasileiro, que se mantém confiante.

"Ele lutou bem contra o Arlovski, mas não importa - vou entrar lá e nocautear ele. Sei que ele gosta de trocar em pé, então vai tornar isso mais especial", projetou Cigano.

O duelo válido pela divisão dos pesos-pesados protagonizará o evento do Ultimate em Adelaide, na Austrália. Atualmente Júnior dos Santos ocupa a sétima posição no ranking oficial de sua categoria. Já o australiano é décimo colocado.

Esporte