PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dana White relata desgaste com Nate Diaz durante negociação para luta no UFC 230

Ag. Fight

24/10/2018 14h45

No MMA contemporâneo, não faltam 'personagens': aqueles lutadores que, em frente às câmeras e microfones, agem de maneira diferente do que fazem nos bastidores. Mas, segundo Dana White, Nate Diaz não é esta pessoa. O presidente do UFC revelou que, no processo de negociação do combate entre o polêmico californiano e Dustin Poirier, a conhecida personalidade forte de Nate desgastou ainda mais a relação com a empresa.

De acordo com White, que concedeu entrevista à emissora americana 'ESPN', o funcionário do Ultimate responsável pelo contato com o mais novo dos irmãos Diaz era um profundo admirador dos dois lutadores - até ter de lidar com Nate. Dana ainda lembrou do episódio em que o peso-leve (70 kg) se irritou quando foi anunciado o retorno de Conor McGregor contra Khabib Nurmagomedov.

"Ele queria uma luta. Fizemos uma luta e a anunciamos. Imediatamente, ele começou a dizer que não iria lutar. Temos um cara aqui na empresa que era um grande fã de Nate e de Nick Diaz e queria trabalhar com eles. Ele não está mais tão entusiasmado quanto antes", falou o dirigente.

"Não estou interessado em fazer uma luta de Nate Diaz até que ele esteja louco para lutar. Nós vamos oferecer lutas. Nós sempre propomos lutas a ele. Provavelmente, já oferecemos a ele umas 50 lutas desde que ele enfrentou Conor. Quando ele estiver pronto para lutar, ele vai nos avisar", completou White.

Diaz não entra no octógono desde que perdeu a segunda luta contra Conor McGregor, em 2016. A revanche milionária foi a 11ª derrota da carreira do atleta, que tem outras 19 vitórias em seu cartel profissional no MMA.

Esporte