PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Companheiro de Conor rompe silêncio e narra origem de rivalidade com Khabib

Khabib enfrenta McGregor no UFC 229, em Las Vegas - Harry How/Getty Images
Khabib enfrenta McGregor no UFC 229, em Las Vegas Imagem: Harry How/Getty Images

Ag. Fight

23/10/2018 13h18

Artem Lobov, enfim, rompeu o silêncio e contou a verdadeira origem de toda a rivalidade no UFC entre o seu companheiro de treinos, Conor McGregor, e o campeão dos pesos-leves (70 kg) Khabib Nurmagomedov. De acordo com 'The Russian Hammer', a confusão começou quando o seu compatriota chamou o irlandês de 'galinha', ainda em 2016, xingamento que na Rússia teria um significado bastante ofensivo.

Deste modo, na ocasião, Lobov se revoltou, comprou a briga de McGregor e rebateu Khabib com ameaças. Inconformado, Nurmagomedov esperou o melhor momento para responder e, no início deste ano, aproveitou um instante em que estava junto de sua equipe para intimidar o companheiro do irlandês, que caminhava sozinho pelos bastidores do UFC 223, em Nova York (EUA). Dois dias depois, o ataque a ônibus protagonizado por Conor virou caso de polícia.

"Pode não parecer muito sério para vocês, mas 'galinha' é um dos piores insultos que você pode dar a um homem na Rússia. Você chamar alguém de 'galinha' na Rússia significa que a pessoa é estuprada na prisão masculina. Isso é o que é uma 'galinha' na Rússia. E Khabib sabe disso e todo mundo sabe disso. É um insulto muito, muito grave", contou Artem Lobov a 'ESPN' americana.

Tal clima de rivalidade culminou com a confusão generalizada no último dia 6 de outubro, em Las Vegas (EUA). Depois de muita provocação da parte de Conor nos momentos que antecederam o duelo, o russo entrou inflamado no octógono e, após derrotar 'The Notorious', partiu para cima da equipe dele, o que acabou por causar uma confusão generalizada. E tudo isso por causa daquele xingamento inicial.

"Sabendo da gravidade desse insulto, tive que responder de maneira dura. E acho que qualquer um faria o mesmo. Se eu não fizesse isso, então que tipo de amigo eu seria? (...) Olha, foi uma resposta dura, mas dada a situação, eu pensei que era uma resposta apropriada. E eu não vi como eu não poderia responder dessa maneira. E, para ser honesto, se me perguntassem 100 vezes na mesma entrevista a mesma pergunta, minha resposta teria sido a mesma, mesmo sabendo o que aconteceu desde então", completou.

Lobov estava agendado para enfrentar um dos parceiros de Khabib, o também russo Zubaira Tukhugov, no próximo sábado (27), em Moncton, no Canadá. No entanto, o amigo de Nurmagomedov foi um dos que invadiu o octógono e agrediu McGregor durante a confusão em Nova York (EUA), e, por isso, foi afastado do evento e, em seu lugar, foi escalado o americano Michael Johnson.

Aos 32 anos, Artem Lobov somou 13 vitórias, 14 derrotas, um empate e uma luta sem resultado ao longo da carreira profissional como atleta de MMA. Já o seu próximo adversário Michael Johson acumulou um cartel de 18 triunfos e 13 reveses, até o momento.

Esporte