PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cormier prega confiança no UFC e garante que luta contra Lesnar não está em risco

Ag. Fight

22/10/2018 12h05

Brock Lesnar agitou o mundo do MMA quando entrou no octógono do UFC 226, em julho, para provocar Daniel Cormier após este se tornar campeão peso-pesado. Mas, de lá para cá, 'DC' já teve uma defesa de título agendada - contra Derrick Lewis, em 3 de novembro - e há muito tempo não há novidades sobre a possível assinatura de contrato do gigante da WWE com o Ultimate. Por isso, o detentor do cinturão foi questionado se não tem receio de ter sua promessa de combate contra Brock descumprida. E, em entrevista coletiva da qual a Ag. Fight participou, em Las Vegas (EUA), Daniel declarou que não tem nenhuma desconfiança neste sentido.

Cormier afirmou que, ao longo de sua jornada na maior organização de MMA do mundo, sempre teve seus acordos cumpridos. Assim, o campeão das categorias meio-pesado (93 kg) e pesado disse acreditar que, quando Brock retornar de sua suspensão por doping, o duelo vai acontecer - até por causa do potencial de popularidade de um evento encabeçado pelo astro do telecatch.

"Vou ser honesto com você: ao longo da minha carreira, nada foi feito desse jeito. Nunca tive algo prometido a mim que não foi entregue. O UFC tem sido bom para mim. Não me importo com isso. Sei que vou enfrentar Lesnar. Não há nada nem ninguém que possa mudar isso. Eles nunca me fizeram isso , então não há razão para acreditar que vai começar agora", falou.

"Quando eu estava no card do UFC 200, ele estava enfrentando Mark Hunt, não estava lutando pelo título ou poderia ser ainda maior. Pense nisso: ele enfrentou Mark Hunt na luta coprincipal e fizemos 1,2 milhão de vendas de pay-per-view. Imagine se ele estivesse lutando pelo título mundial peso-pesado? As pessoas vão sintonizar", completou.

Fã confesso da WWE, Cormier lembrou com carinho da entrada de Lesnar no octógono depois de seu título. Segundo ele, aquele momento - muito criticado pelos torcedores de MMA pela sua semelhança com as encenações do telecatch - foi positivo em sua carreira.

"Quando ele estava lá com Lesnar em 7 de julho e ele me empurrou, eu estava tipo 'Meu Deus, estou vivendo um momento WrestleMania'", disse, em referência ao principal evento da WWE. "Foi a melhor coisa de todas. Queria bater nele, mas minha mão estava machucada. Ele era grande e eu fui meio que jogado longe. A roupa dele ressaltava os músculos. Eu quero enfrentar Brock. Vai ser divertido", encerrou.

Confira o vídeo completo da entrevista:

 

Esporte