PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Campeão do Bellator revela drama que o fez cogitar aposentadoria precoce

Ag. Fight

22/10/2018 19h08

Gegard Mousasi - Ag Fight

A rotina dos atletas de MMA é dura, e os maiores perrengues que os lutadores passam são longe dos holofotes. Um exemplo disso é Gegard Mousasi. Em entrevista ao programa 'The MMA Hour', o atual campeão dos pesos-médios (84 kg) do Bellator revelou um drama de bastidores vivido após um recente combate que o fez cogitar pendurar as luvas com apenas 33 anos de idade, no auge de sua carreira.

O episódio ao qual o holandês se refere ocorreu há um ano, quando o atleta enfrentou Alexander Shlemenko em sua estreia na organização. O fato de ter saído vencedor do combate na ocasião não privou Gegard de viver um drama médico pós-luta. Mousasi revelou que temeu ficar cego, pois, no hospital, ele não conseguia enxergar nada.

"As pessoas não viram o que aconteceu depois da luta . Eu estava em um hospital. Não conseguia me mexer e não sabia se perderia o olho ou não. As pessoas não viram essa parte. Não sabia , porque os médicos estavam conversando. Meu olho estava fechado. Eles não sabiam o que havia de errado com meu olho. Então, por muito tempo eu estava literalmente no escuro. Graças a Deus, não houve ferimentos graves nos olhos. Mas sim, eu não posso lutar dessa forma. Quero ganhar dinheiro, mas quero acabar saudável. Eu não quero ficar retardado depois de três ", revelou o peso-médio.

Mousasi, que venceu recentemente o campeão dos meio-médios (77 kg) Rory MacDonald em uma superluta no Bellator 206, possui mais três combates em seu contrato com a organização. E as chances dessas serem as últimas aparições do atleta dentro de um cage de MMA são grandes, de acordo com o próprio.

"Se eu obtiver vitórias como e eu não me machucar, continuar vencendo sem ter sequer uma lesão, é claro que poderia fazer mais três lutas . Mas, para ser honesto, analisarei como serão minhas próximas lutas, para então, sendo sincero, me aposentar, sim", admitiu Gegard.

Apesar dos 33 anos, o holandês possui um extenso cartel com mais de 50 lutas realizadas. Ao longo de sua carreira - que teve início em 2003 -, Mousasi somou 46 vitórias, seis derrotas e dois empates. O veterano já conquistou também o cinturão dos meio-pesados (93 kg) quando atuava no Strikeforce.

Esporte