PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com cinturão já na mira, Esquiva Falcão luta no mesmo card de antigo algoz

Top Rank/Divulgação
Imagem: Top Rank/Divulgação

Ag. Fight

20/10/2018 06h00

Esquiva Falcão ainda não está disputando um cinturão mundial, mas já parece cada vez mais perto - inclusive fisicamente. O brasileiro enfrenta Guido Pitto neste sábado (20), duas lutas antes do detentor do título, Ryota Murata, defender seu status diante de Rob Brant.

A proximidade entre os duelos também pode servir de vitrine e permitir comparativos, pois Ryota e Esquiva são velhos conhecidos. Em dois importantes confrontos como amadores, o japonês levou a melhor: na semifinal do Mundial de Boxe Amador de 2011, em Baku, e na final dos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres.

Como profissionais, porém, o capixaba diz ter certeza de que o resultado será diferente, pois teria evoluído muito mais do que o japonês. Quem acompanhar as lutas no canal Combate, a partir das 22h25, terá uma oportunidade de tentar tirar a prova.

Esquiva tem um cartel perfeito: 21 vitórias e nenhuma derrota. A trajetória do capixaba começou em 2014 e já tem 13 triunfos por nocaute ou nocaute técnico. Seu adversário, 'Chico', tem 25 vitórias, cinco derrotas e dois empates. O argentino vem de uma derrota e um empate contra rivais invictos.

Na luta principal, Murata fará a segunda defesa do cinturão. Desde que tentou pela primeira vez conquistar o título, há um ano e meio, será a primeira vez que o nipônico entrará no ringue fora do Japão. No córner oposto, Brant vai tentar o segundo triunfo consecutivo, já que sofreu o seu primeiro revés na carreira em outubro de 2017.

Esporte