PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Esquiva Falcão manda recado para campeão mundial de boxe: 'Está com medo'

Esquiva Falcão comemora vitória sobre o francês Salim Larbi - Top Rank/Divulgação
Esquiva Falcão comemora vitória sobre o francês Salim Larbi Imagem: Top Rank/Divulgação

Ag. Fight

19/10/2018 11h22

Esquiva Falcão tem dois grandes objetivos no curto prazo em sua carreira - e, em breve, sonha conseguir os dois de uma vez só: conquistar o cinturão dos médios (72,5 kg) pela Associação Mundial de Boxe e vingar uma derrota contestada para Ryota Murata, atual campeão e seu algoz nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres. Durante entrevista exclusiva à Ag. Fight, Esquiva afirmou que o japonês "está com medo" de encará-lo.

Embora não dentro do ringue, os dois vão se encontrar bastante esta semana, já que ambos lutam no mesmo evento neste sábado (20): Ryota na luta principal, contra Rob Brant, e Esquiva no antepenúltimo combate, diante do argentino Guido Pitto. De acordo com o capixaba, a Top Rank, empresa promotora de boxe, ofereceu-o como adversário para Murata, que recusou. A negativa, segundo Falcão, demonstra que o nipônico sabe que pode perder seu título, uma vez que teria evoluído menos desde que virou profissional.

"Eu sou melhor que ele. Eu tenho mais boxe. Eu evoluí mais do que ele. Eu assisto às lutas do Murata hoje. Ele luta a mesma coisa que ele lutou nos Jogos Olímpicos comigo. E a minha luta teve uma evolução muito grande da primeira até a última. Eu estou mais focado, só esperando o momento de disputar o cinturão do mundo. O Murata me ganhou naquela luta ali, que o juiz deu uma roubada para ele. Eu assisti à luta mais de 20 vezes já, e nenhuma das vezes eu vi o Murata ganhando. Eu sempre me vi dois, três pontos à frente. Então, essa luta tem que acontecer, porque a outra ficou na mão dos juízes", declarou.

"O Bob Arum já falou em uma entrevista particular para nossa equipe que o Murata não quer me enfrentar. Que a Top Rank me ofereceu para o Murata. Mas o Murata não quer me enfrentar. Isso é medo. Quando você não quer enfrentar um adversário, é porque você tem medo desse adversário. E isso está acontecendo com o Murata: ele tem medo de perder o cinturão dele para mim. Mas o ciclo está se fechando, até chegar no momento exato de lutar com ele", completou.

Esquiva tem duas derrotas para Murata em torneios importantes. Além do revés na final dos Jogos de 2012, que lhe rendeu a medalha de prata, o capixaba perdeu para Ryota um ano antes, na semifinal do Mundial de Boxe Amador. De acordo com o brasileiro, entretanto, a rivalidade entre os dois acontece apenas dentro do ringue.

Confira a entrevista na íntegra:

Esporte