PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Bicampeão mundial absoluto de jiu-jitsu, técnico de Brock Lesnar analisa duelo contra 'DC'

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

28/08/2018 08h00

Por trás de um grande atleta há sempre um bom treinador. E é exatamente esse o caso de Brock Lesnar, ex-detentor do cinturão dos pesos-pesados do UFC. Seu técnico de jiu-jitsu, Rodrigo 'Comprido', é simplesmente duas vezes campeão mundial absoluto e um dos maiores nomes da arte suave da história. E diante do retorno do iminente retorno do pupilo ao UFC, o brasileiro, em entrevista exclusiva à Ag Fight, projetou o duelo contra Daniel Cormier.

Rodrigo esteve presente em Las Vegas (EUA) nesse sábado (25) para ser homenageado em uma cerimônia que premiou campeões mundiais de jiu-jitsu. 'Comprido' relembrou seu passado de sucesso na arte milenar japonesa, mas não pôde deixar de falar sobre o retorno de Brock Lesnar ao MMA - após período na WWE. De acordo com seu treinador de chão, o americano terá que se empenhar ao máximo se quiser bater Cormier, atual campeão dos meio-pesado (93 kg) e dos pesados do Ultimate.

"Acho que a luta do Brock vai ser difícil, um adversário duro, muito duro. A gente vai ter que estar muito bem preparado, com a estratégia na ponta da língua. E aquilo, como qualquer atleta, vai ter que ter sorte, estar bem preparado, muito bem física e mentalmente, e com a técnica muito afiada. Eu vou fazer o meu trabalho, tenho certeza que ele vai fazer a parte dele, os outros técnicos também, para a gente conquistar mais esse cinturão para ele", analisou o técnico em conversa com a Ag. Fight.

No clima do evento, Comprido relembrou seu passado de glórias no jiu-jitsu. Na opinião do atleta, o título mais marcante de sua carreira foi a conquista de seu primeiro mundial absoluto, em 1999. Na ocasião, Rodrigo finalizou seu adversário, Roberto 'Roleta', em apenas 17 segundos e chocou o mundo.

"Com certeza o primeiro mundial absoluto, porque foi a finalização mais rápida da história do jiu-jitsu, foi um movimento que tornou a chave de perna aceitável no jiu-jitsu. Foi meu primeiro ano competindo de faixa preta. Foi uma parada que eu tinha certeza que todos meus parceiros de equipe realmente acreditaram que eu tinha condições de fazer, então foi um momento muito especial. Mas toda vez que a gente entra no tatame, é sempre uma adrenalina um pouquinho diferente", revelou Comprido.

Até hoje, aos 41 anos, o brasileiro participa de competições de jiu-jitsu. Mesmo com toda história que possui no esporte, Rodrigo quer se tornar um lutador mais completo, e entende que para isso, disputar campeonatos é imprescindível. Durante sua carreira, Comprido enfrentou lendas da arte suave como: Márcio 'Pé de Pano', 'Roleta', Fernando 'Margarida', dentre outros. No entanto, nenhum desses foi seu maior rival ao longo de sua carreira.

" Roger , que me finalizou quatro vezes. Espero um dia encontrar ele com febre, desidratado, numa esquina passando mal, de repente eu consigo empatar", brincou Rodrigo.

Sete vezes campeão mundial de jiu-jitsu, Rodrigo Comprido admitiu que estava feliz ao figurar do lado de lendas da arte marcial. Além dos veteranos, atletas que fizeram história no esporte mais recentemente também foram homenageados - como Kyra Gracie e Marcus Bochecha.

Confira abaixo a entrevista completa de Rodrigo Comprido:

Esporte