PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-professor, Markus 'Maluko' destaca importância de se expressar bem no MMA

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

25/08/2018 08h00

Markus 'Maluko' Perez fará, neste sábado (25), a sua terceira luta dentro do UFC. Mas, tanto quanto sua disposição dentro do octógono, chama a atenção a facilidade com que o peso-médio (84 kg) se expressa diante dos microfones. E, no caso do brasileiro, a eloquência vem da atividade profissional que exercia antes de se dedicar exclusivamente à luta: o atleta era professor de informática e, de quebra, herdou a didática do pai, também educador. Em entrevista exclusiva à Ag. Fight, ele ressaltou a importância de ser eficiente na comunicação para crescer dentro do UFC.Além do português, Maluko fala italiano fluentemente ? fruto dos dois anos em que morou naquele país. Quanto ao inglês, idioma número 1 do UFC, o brasileiro "se vira", mas planeja continuar estudando, a fim de não se atrapalhar com a língua durante conversas mais complexas. Ele declarou que entende a necessidade de o atleta cuidar da própria imagem, para além dos golpes dentro do cage."Hoje nós sabemos que um lutador não é apenas um lutador, ele é um atleta. E quando você fala que você é um atleta, você coloca muitas coisas em jogo. O principal é estar bem, treinando e tendo uma boa desenvoltura no esporte que você pratica, mas você também tem que trabalhar sua imagem, porque a partir dali você vai ser uma pessoa pública, as pessoas vão olhar você, se espelhar em você. Eles esperam ter alguém em quem possam confiar, que sabe falar, se expressar, então isso é importante", falou."Nunca trabalhei isso para a luta, porque venho de um mundo diferente: dava aula de informática, fazia faculdade. Então isso me deu uma base boa. Dar aula me deu uma didática boa, aprender a me expressar, para os alunos me entenderem da melhor forma possível. Também venho de família de professor, que é o meu pai, então acho que isso me deu uma bagagem boa nesse aspecto", explicou.Curiosamente, Perez treina com um outro brasileiro que é exceção no quesito formação educacional: o jornalista Demian Maia. Na Vila da Luta, academia do meio-médio (77 kg) em São Paulo, Markus apura seu jogo de chão, a fim de completar o estilo formado por seu mestre, o ex-lutador do UFC Viscardi Andrade.

Esporte