PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após estreia em competições, chef Alex Atala comenta experiência no Mundial de Jiu-Jitsu

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

24/08/2018 06h00

Estar num Mundial Master de Jiu-Jitsu não é para todo mundo. E, embora seja muito bem-sucedido como chef e empresário, Alex Atala mostrou que, mesmo com muitas outras atribuições, é possível ser competitivo em um grande evento como o torneio, que acontece até esta sexta-feira (24) em Las Vegas (EUA).

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, o proprietário do restaurante D.O.M. ? um dos mais condecorados do mundo ? comentou a participação no campeonato. Ele revelou que o Mundial foi sua primeira experiência no jiu-jitsu competitivo e que a disputa foi emblemática também por acontecer logo após seu cinquentenário.

"Não foi difícil, não, foi divertido. Estar aqui hoje é muito simbólico, porque eu fiz 50 anos, então isso aqui é quase que um presente que eu estou me dando por ter feito 50 anos. O mais difícil não foi lutar, foi estar aqui nesta condição de luta. É sem preço. E estar aqui, encontrar um monte de gente que eu admiro, que eu conheço há muitos anos... É um momento especial para mim", afirmou o chef, que representou a Demian Maia Jiu-Jitsu, equipe na qual voltou a praticar o esporte em 2012, depois de cerca de dez anos longe dos tatames.

Com a rotina atribulada que tem, Atala teve de se virar para manter o ritmo de treinamentos para o Mundial. Embora tenha considerado "pouco" para o nível dos profissionais mais gabaritados, Alex contou que conseguiu treinar diariamente este ano ? "na maioria das vezes, duas vezes por dia".

Atala afirmou à Ag. Fight que não pretende disputar o próximo Mundial. "É difícil falar. Talvez na faixa preta. No dia em que ela vier, eu talvez encare", falou. Também com bom humor, o empresário comentou a expectativa pela próxima graduação, justamente a preta. "É um sonho para todo lutador de jiu-jitsu, mas vou te falar que estar com 50 na marrom é bom também", disse, rindo.

No torneio, Alex foi derrotado na primeira luta, diante do americano Matthew Sean O'Laughlin. O vencedor da categoria de Atala ? a peso-pesado da faixa marrom ? foi Jaime Joseph Mendez III, da academia Renzo Gracie LA.

Esporte