PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lutadora do UFC agredida pelo marido pede privacidade e planeja voltar a lutar

Ag. Fight

23/08/2018 12h33

A lutadora do UFC Andrea Lee fez, na última quarta-feira (22), o seu primeiro pronunciamento desde que sua amiga, a também atleta Andy Nguyen, revelou um episódio de violência doméstica envolvendo Lee e seu marido, Donny Aaron. Por meio de sua conta no Twitter (veja abaixo ou clique aqui), a peso-mosca (57 kg) do Ultimate pediu privacidade neste momento difícil.

No início do mês, Nguyen escreveu que testemunhou agressões de Aaron a 'KGB', que teria sido estrangulada. Segundo a amiga de Lee, ele também tentou queimar a esposa com um cigarro. Na ocasião, Andy afirmou não ter sido a primeira vez que Donny agrediu a mulher. Sem entrar em detalhes, Andrea afirmou que está em busca de solucionar o caso.

"Quero agradecer a todos pelo apoio e pelas palavras gentis desde a semana passada. Nenhum post, tweet ou comentário passou despercebido. Minha família e eu estamos lidando com a situação com o melhor da nossa habilidade, já que se trata de uma questão muito delicada, uma questão que, como uma pessoa pública, eu não desejo que se estabeleça em um fórum público", falou.

"Respeitosamente, peço que todos respeitem nossa privacidade nesse momento, pois estamos trabalhando em soluções. Estou ansiosa para voltar ao octógono e continuar o caminho das vitórias no futuro próximo. Competir sempre foi um santuário para mim e é algo que traz grande alegria à minha vida", encerrou.

Aaron está foragido desde o episódio. A polícia de Shreveport, em Louisiana (EUA), acredita que ele tenha fugido para o estado da Geórgia. Donny já cumpriu pena por homicídio culposo e, segundo o site 'MMAnytt', já foi detido por outro caso de violência doméstica a uma ex-namorada. Recentemente, Danny ganhou as manchetes quando seguidores de Lee perceberam, em fotos do casal, tatuagens de uma suástica ? símbolo nazista ? e da SS ? polícia do regime comandado por Adolf Hitler ? no braço dele. Naquela oportunidade, Andrea o defendeu das críticas.

#healing #unbroken #cantbebroken #strongerthanever #illbeback #mentallystrongerthanyallevenknow
?? pic.twitter.com/Z4Nw9RF35r

? Andrea Lee (@AndreaKGBLee) August 23, 2018

Esporte