PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Acidente com mortes é terceira infração de trânsito de lutador do UFC em 2018; diz site

Ag. Fight

22/08/2018 08h00

Desmond Green se envolveu em um trágico acidente de trânsito no último sábado (18), que vitimou duas senhoras no estado americano da Flórida. No entanto, de acordo com o site 'MMA Junkie', esse não foi o primeiro incidente envolvendo o lutador do UFC em rodovias americanas. Em outras duas oportunidades, o peso-leve (70 kg) foi indiciado pela polícia por dirigir com licença suspensa e também por porte de maconha.

A ocorrência mais recente foi duas semanas antes do acidente em que Desmond perdeu o controle de seu veículo e envolveu outros quatro. Na ocasião, o atleta foi pego com documentos fora da validade enquanto dirigia. Já em abril deste ano, Green foi abordado pela polícia que reportou "cheiro de cannabis" ao aproximar-se dele - suspeita que foi confirmada pelo próprio lutador, que admitiu a posse da droga.

Em ambas ocorrências Green foi acusado e intimado a se esclarecer perante o Tribunal. No entanto, o lutador se ausentou na data marcada e acabou com um mandado de prisão emitido contra ele. Mesmo após o ato imprudente, Desmond conseguiu reverter a ordem e adiar seu compromisso com a Justiça para o dia 30 de agosto.

Os pequenos delitos cometidos anteriormente pelo atleta do Ultimate não se comparam à tragédia causada na última semana. De acordo com Richard Ansara, advogado de defesa criminal, o resultado da toxicologia de Green terá um peso muito maior do que as atuais pendências do lutador com a Justiça. A Polícia Rodoviária da Flórida ainda investiga o caso para descobrir o motivo que fez Desmond perder o controle de seu veículo.

"O escritório de advocacia do Estado de Broward estará mais focado no incidente em questão , porque isso é o que é relevante. Se eles querem ir atrás dele , eles vão atrás dele através disso", afirmou Richard Ansara ao site 'MMA Junkie'.

Green vem de vitória por decisão unânime contra o brasileiro Gleison Tibau, em junho deste ano. Embalado, o peso-leve americano já tem seu próximo compromisso com o UFC marcado: enfrenta Mairbek Taisumov no dia 15 de setembro, na Rússia. O confronto está confirmado até segunda ordem. Resta saber agora se o lutador estará em condições físicas e psicológicas, além de estar liberado judicialmente para entrar em ação.

Esporte