PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Luke Rockhold cobra proposta 'sexy' do UFC para estrear como meio-pesado

Ag. Fight

21/08/2018 07h00

Luke Rockhold tem acenado com interesse para a categoria meio-pesado (93 kg) desde o início do ano. No entanto, chegando ao fim de agosto, tudo não passou de uma possibilidade. Em entrevista ao site 'MMAJunkie', o ex-campeão peso-médio (84 kg) do UFC e do extinto Strikeforce justificou o fato de não ter confirmado nenhuma luta na categoria de cima. Segundo ele, falta uma proposta 'sexy' por parte do Ultimate.

Este, aliás, tem sido o discurso de Luke nos últimos tempos. Na semana passada, ele afirmou que não fechou ainda o acordo para enfrentar Chris Weidman no UFC 230, em Nova York, porque não recebeu "o contrato certo". Além da questão financeira, ele alegou que há incógnitas demais no futuro próximo da divisão, uma vez que Daniel Cormier, campeão desta e da categoria dos pesados, planeja fazer superlutas antes de se aposentar.

"Gosto da categoria meio-pesado, acho que é para mim. (...) Quero uma luta, um casamento de luta sexy. Quero chegar lá e causar algum dano, e quero que signifique algo. Não quero ter que enfrentar o melhor cara da categoria, que é Alexander Gustafsson, e ter de dar um passo para trás se 'DC' não quiser lutar e eu tiver de enfrentar alguém mais abaixo. Quero que signifique algo e, para mim, tudo está aberto agora. Não preciso apressar nada. Isso é bom. Eles vão ter que me dar algo sexy e me seduzir com algo bom. Não há nada oficial", afirmou.

Apesar de ter se notabilizado como médio, Rockhold afirma ser "um lutador bem melhor com 93 kg". Entretanto, não pretende adiantar sua subida de peso, em respeito a Cormier, seu colega de treinos na equipe AKA, que fica no estado americano da Califórnia.

"Sei que sou um lutador bem melhor com 93 kg e posso causar muitos danos. Há um certo respeito e DC é meu amigo. Viemos do mesmo início juntos. Eu não vou sacanear ele. Eu vou deixar ele sair do jeito que deseja. Eu tenho muito tempo, estou treinando, estou saudável - ficando saudável. Estou quase lá. Vamos ver o que acontecer. O Madison Square Garden é muito atraente. Gosto de lá, sempre quis lutar lá. Tenho que pegar o casamento de luta certo e ver o que acontece", falou.

Ao mencionar a icônica arena, Luke se refere justamente ao possível combate contra Weidman, novaiorquino, no UFC 230. Até o momento, porém, o embate não foi anunciado oficialmente.

Esporte