PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Dana White estima valor de mercado do UFC em R$ 27 bi após acordo com ESPN

Dana White, presidente do UFC - Ethan Miller/Getty Images
Dana White, presidente do UFC Imagem: Ethan Miller/Getty Images

20/08/2018 16h40

Dana White fechou, em maio, um acordo de US$ 1,5 bilhão (o equivalente a R$ 5,9 bilhões) com o canal ESPN pela transmissão dos eventos do UFC pelos próximos cinco anos. O contrato, que começa a partir de 2019, fez com que a organização chegasse ao valor estimado de mercado de US$ 7 bilhões (cerca de R$ 27,4 bilhões), de acordo com declaração do próprio presidente do Ultimate.

Em entrevista ao estrategista, escritor e palestrante motivacional Tony Robbins, Dana White revelou a nova estimativa do valor da maior organização de MMA do planeta. Caso esse número realmente esteja correto, significa que o UFC quase dobrou a sua avaliação no mercado desde que foi vendido em agosto de 2016 por US$ 4 bilhões (cerca de R$ 15,7 bilhões).

"Quando eu penso sobre isso, imagino que nós ainda nem arranhamos a superfície do quão grande essa coisa pode ser. Acabamos de fazer um contrato de TV com a ESPN por US$ 1,5 bilhão por cinco anos. Agora a empresa vale US$ 7 bilhões. Obviamente, este acordo da ESPN será massivo para nós, nos expondo a milhões de pessoas que estão aqui nos EUA e que não conhecem o UFC. Continuaremos a entrar em mercados que ainda não fomos, a encontrar os melhores talentos do mundo. Adoro encontrar talentos promissores. Adoro encontrar o próximo cara ou garota. 'Continue a construir o esporte'. É isso aí. Esse é o meu foco", revelou o presidente do UFC.

Aos 49 anos, Dana White é apontado como o maior responsável pela transformação do Vale-Tudo em MMA. O feito se deve à criação das regras unificadas, o que ajudou o esporte a adquirir o status que tem hoje, sendo legalizado por todas as comissões atléticas americanas.

MMA