PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Por problema no olho, Comissão da Califórnia retira Bethe Correia do UFC 227

Diego Ribas, em Los Angeles (EUA)

Ag. Fight

31/07/2018 18h12

Não será desta vez que Bethe Correia vai voltar ao octógono. A reportagem da Ag. Fight apurou que a Comissão Atlética do Estado Califórnia decidiu retirar a brasileira do UFC 227, por não considerá-la apta a lutar depois de duas cirurgias no olho esquerdo.

A potiguar sofreu um acidente em outubro do ano passado, foi operada e, em março deste ano, declarou ao site 'MMA Fighting' que precisou voltar à sala de cirurgia para um novo procedimento, a fim de corrigir um problema de cicatrização.

De acordo com o que apurou a Ag. Fight, Correia havia sido liberada por dois médicos brasileiros, mas, na última segunda (30), o UFC pediu uma segunda opinião, e o profissional americano consultado pela lutadora a vetou do evento. Nesta terça, os médicos que primeiro a examinaram chegaram a enviar seus laudos para a Comissão, mas, de posse dos três relatórios, os executivos optaram por derrubar o combate.

Bethe enfrentaria Irene Aldana no evento. A mexicana era também a adversária agendada para a brasileira quando do seu primeiro afastamento. Elas lutariam no UFC St-Louis, que aconteceu em janeiro deste ano.

Esporte