PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

José Aldo nocauteia Stephens no 1º round e chora por voltar a vencer no UFC

José Aldo comemora vitória sobre Jeremy Stephens no UFC Calgary - Sergei Belski-USA TODAY Sports
José Aldo comemora vitória sobre Jeremy Stephens no UFC Calgary Imagem: Sergei Belski-USA TODAY Sports

Ag. Fight

28/07/2018 22h45

José Aldo pode até já ter sua aposentadoria em mente, mas, dentro do octógono, ainda consegue lutar em alto nível. É a conclusão que a vitória sobre Jeremy Stephens, no UFC Calgary, neste sábado (28), deixou ao mundo do MMA. Com um gancho de esquerda na cintura do número 4 da divisão, o brasileiro iniciou a derrocada do rival e voltou às vitórias em grande estilo.

O duelo terminou ainda no primeiro round, mas não sem muita emoção antes. Aldo começou hesitante e acabou levando a pior. Em uma sequência perigosa, Jeremy acuou o brasileiro na grade e acertou bons socos. O ex-campeão peso-pena (66 kg), porém, absorveu os golpes.

Pouco depois, no último minuto do assalto inicial, Aldo fintou um golpe em cima e acertou, de canhota, um gancho que tirou o ar de Stephens. Depois, no chão, marteladas encerraram o combate, comemorado pelo brasileiro com lágrimas e muita emoção no octógono.

Com a vitória, o brasileiro volta a se aproximar de uma disputa de cinturão, ainda que interino, já que Max Holloway está afastado indefinidamente do UFC.

José Aldo - Sergei Belski-USA TODAY Sports - Sergei Belski-USA TODAY Sports
Imagem: Sergei Belski-USA TODAY Sports

Alto nível

As lutas principais do UFC Calgary começaram com um embate de dois lutadores em ascensão no Ultimate: Alexander Hernandez, número 13 do ranking dos meio-médios (77 kg), e Olivier Aubin-Mercier colocaram em jogo, respectivamente, invencibilidades de sete e quatro lutas. E o confronto fez valer a expectativa: com alta qualidade técnica no grappling de ambos os lutadores, Hernandez aproveitou seu melhor preparo físico para levar a melhor nas transições no chão.

Em seguida, Joanna Jedrzejczyk evitou a terceira derrota seguida ao frear o ímpeto incessante de Tecia Torres no primeiro round e ganhar espaço nos dois assaltos seguintes. Com o striking fluido e veloz de hábito, a polonesa acertou os melhores golpes, embora tenha levado a pior em uma trocação franca no final do segundo assalto.

A luta deixou a sensação de que Tecia continua evoluindo nitidamente como lutadora, mas que só Rose Namajunas, atual campeã do peso-palha (52 kg), sabe qual a 'kryptonita' de Jedrzejczyk.

Muita raça

O card preliminar foi marcado pelo nocaute de Ion  Cutelaba sobre Gadzhimurad  Antigulov e a finalização de Islam Makhachev sobre Kajan Johnson, ambas no primeiro round. Cutelaba superou um início de luta ruim para magoar o russo com socos e cotoveladas que obrigaram o árbitro Marc Goddard a interromper o combate ainda em pé. Já Makhachev continuou fazendo a fama dos nascidos no Daguestão ao não dar nenhuma chance a Johnson. Islam rapidamente conseguiu a queda, a montada e um armlock.

Outro destaque foi a luta franca entre John Makdessi e Ross Pearson, que terminou com a vitória do primeiro. Num duelo todo disputado em pé, o canadense fez valer o fato de ter um corpo menos maltratado pelo tempo e pelas batalhas dentro do octógono. Claramente mais rápido desde o início do duelo, o lutador da Roufusport ganhou com tranquilidade os três rounds, apesar de dois dos juízes terem pontuado um dos assaltos a favor de Pearson.

No fechamento dos combates preliminares, Jordan  Mein e Alex Morono fizeram um duelo movimentadíssimo, que começou com golpes abertos em pé e terminou com transições no chão, com um atleta aproveitando o cansaço do outro. No fim, triunfo de Mein, por decisão unânime dos árbitros laterais.

Confira os resultados do UFC Calgary até o momento:

Pena (66 kg) | José Aldo venceu Jeremy Stephens por nocaute técnico a 4min19s do primeiro round
Palha feminino (52 kg) | Joanna J?drzejczyk venceu Tecia Torres por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Leve (70 kg) | Alexander Hernandez venceu Olivier Aubin-Mercier por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
Meio-médio (77 kg) | Jordan Mein venceu Alex Morono por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Pena (66 kg) | Hakeem Dawodu venceu Austin Arnett por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Leve (70 kg) | Islam Makhachev venceu Kajan Johnson por finalização (armlock) a 4min40s do primeiro round
Meio-pesado (93 kg) | Ion Cutelaba venceu Gadzhimurad Antigulov por nocaute técnico a 4min25s do primeiro round
Leve (70 kg) | John Makdessi venceu Ross Pearson por decisão unânime (30-26, 29-27, 29-28)
Mosca feminino (57 kg) | Katlyn Chookagian venceu Alexis Davis por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Mosca (57 kg) | Dustin Ortiz venceu Matheus Nicolau por nocaute a 3min49s do primeiro round
Palha feminino (52 kg) | Nina Ansaroff venceu Randa Markos por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Leve (70 kg) | Devin Powell venceu Álvaro Herrera por nocaute a 1min52s do primeiro round

MMA