PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Woodley promete lutar contra Till mesmo se adversário não bater o peso

Ag. Fight

27/07/2018 10h31

Tyron Woodley parece ser mesmo um atleta de extremos. Assim como é capaz de grandes nocautes ? Robbie Lawler e Josh Koscheck que o digam ? e de lutas entediantes ? vide os duelos contra Demian Maia e Stephen Thompson ?, 'T-Wood' alterna momentos de grande ausência e de presença incessante nas manchetes. E, agora que seu próximo desafiante, Darren Till, está definido, é ele o principal assunto do campeão dos meio-médios (77 kg) do UFC. E, na quinta (26), por meio de seu Instagram, o americano afirmou estar tão entusiasmado com o combate que prometeu enfrentar Till em 8 de setembro, no UFC 228, mesmo se o rival não bater o peso.

Com seis lutas no Ultimate, o britânico já excedeu o limite da categoria em duas oportunidades: contra Jessin Ayari, em maio do ano passado, e diante de Thompson, em maio último. Apesar do histórico irregular de Darren na balança, Woodley afirmou que um eventual estouro de peso não vai ser relevante para o resultado final do embate.

"Se Till não bater o peso, mesmo assim vamos lutar. Só não vai ser uma luta de título para ele, e ele vai ter de abrir mão de uma porcentagem da bolsa. É uma luta grande para ele. É a oportunidade de uma disputa de título, e tenho a sensação de que ele vai corresponder. Independentemente dos problemas que ele teve no passado com bater o peso, acredito que ele vá conseguir. E, se não conseguir, não vou travar a luta. Uma ou duas libras não vão mudar muito a dinâmica ou o vencedor, então vou chegar confiante e sem me preocupar com isso", afirmou.

Tyron declarou que suas primeiras impressões sobre o duelo são positivas e disse não temer o poder de nocaute de Till ? muito pelo contrário, aliás. Segundo o campeão, enfrentar lutadores de mão pesada faz com que ele chegue a um nível de concentração muito alto.

"Estou animado. E, quer saber?, quero dar meus parabéns a Till. Vi alguns vídeos, e ele é um animal. Essas coisas me deixam para cima. Quando eu enfrentei Carlos Condit, Robbie Lawler, esses caras que são nocauteadores, aquilo realmente acendeu aquele fogo em mim, porque você não pode vacilar, não pode cochilar, não pode descansar. Sempre que eu luto contra um grande nocauteador eu preciso estar 100%", falou.

Aos 36 anos e com 22 lutas no currículo, Woodley é 11 anos mais velho do que Till. O inglês, invicto, já fez 18 combates, grande parte deles nos tempos em que morava no Brasil e treinava na Astra Fight Team, de Santa Catarina.

Esporte