PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dominick Cruz é liberado por médicos e mira retorno ao octógono ainda em 2018

Ag. Fight

27/07/2018 16h01

O ex-campeão do peso-galo (61 kg) do UFC está de volta após um período de quase dois anos de inatividade. Dominick Cruz revelou nessa quinta-feira (26) durante o 'Media Day' em Calgary (Canadá) que seu médico o liberou para retornar aos octógonos oficialmente. E os planos do atual número 2 do ranking não são modestos, o americano quer enfrentar o vencedor de Cody Garbrandt e T.J. Dillashaw ainda neste ano.

Vale lembra que ambos já enfrentaram o primeiro campeão da história dos galos do UFC. E enquanto Cruz venceu T.J. em janeiro de 2016, ele sofreu um revés diante de Garbrandt, em dezembro daquele mesmo ano - quando também perdeu seu título da categoria.

"Acabei de ser liberado pelo médico, então estou pronto para lutar. Eu vou falar com Shelby , eu vou falar com todo mundo. Estou no caminho certo, então vou lutar. Lutar antes do final do ano é o meu objetivo, então vamos ver o que acontece. T.J. Dillashaw e Cody vão lutar e eu deveria enfrentar vencedor desse confronto", revelou Dominick ao site 'MMA Fighting'.

Desde sua derrota contra Cody em dezembro de 2016 Cruz não pisa em um cage de MMA para lutar. O ex-campeão tinha compromisso marcado contra o americano Jimmie Rivera em dezembro do ano passado, porém, na ocasião, Dominick quebrou o braço e foi obrigado a abandonar o card do UFC 219.

Apesar disso, enfrentar alguém que não seja o campeão em sua próxima luta não parece estar nos planos do peso-galo. De acordo com Cruz, uma luta sua pelo título é o que os fãs querem, e para ele isso faz sentido. Apesar do entusiasmo, Dominick não cravou uma data em que pretende voltar ao UFC, mas não descartou o dia 8 de dezembro.

"Isso é o que todo mundo quer ver, então espero que alguém ilumine eles com alguma inteligência e me dê essa luta imediatamente, vamos ver o que acontece. Façam eles assinarem o contrato que eu aceito ", declarou o americano.

Ao longo de sua carreira no MMA, Cruz - que foi campeão do WEC e do UFC - somou 22 vitórias e apenas duas derrotas. Apesar de garantir estar 100%, teremos que esperar seu retorno ao octógono para saber se o peso-galo vai retomar as grandes performances que o colocaram como um dos maiores atletas da organização.

Esporte