PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-campeão do UFC manda mensagem de apoio para Demi Lovato

Ag. Fight

25/07/2018 14h00

Na noite da última terça-feira (24), a cantora pop Demi Lovato foi encaminhada às pressas para um hospital em Los Angeles (EUA), vítima de uma suspeita de overdose - apesar do laudo oficial não ter sido divulgado, os rumores são que a americana de 25 anos tenha feito uso de heroína. A estrela dos palcos é uma grande fã de MMA e amiga do membro do Hall da Fama do UFC Randy Couture - que lamentou o ocorrido.

Demi, além de fanática pelo esporte, é praticante de artes marciais, inclusive graduada com faixa-azul no jiu-jitsu há um ano. Na ocasião, a cantora agradeceu o veterano ex-campeão do UFC pela ajuda nessa conquista. Os dois se tornaram próximos quando a cantora passou a treinar na academia de Randy, a 'Xtreme Couture'.

"Nós amamos Demi e vamos fazer o que pudermos para ajudar. As vezes há contratempos. Estamos aqui para ajudá-la a passar por eles e seguir em frente", declarou Randy ao site 'TMZ Sports'.

Outra atleta que se pronunciou sobre a cantora foi a peso-palha (52 kg) Emily Whitmire, que também treina na academia Xtreme Couture e venceu seu último compromisso no UFC 226, no dia 7 de julho. Ela revelou que na última semana foi convocada por Randy para ir até Montana (EUA) e treinar Demi Lovato.

"De verdade, essa garota sabe bater. E ela tem uma ótima movimentação. Demi é muito boa em fazer perguntas para melhorar sua performance. Ela vai ficar tipo: 'Ok, o que devo fazer para consertar isso?'. É muito divertido treiná-la", revelou Whitmire para a rádio 'MMA Junkie'.

A estrela também fez uma aparição na superluta de boxe entre Floyd Mayweather e Conor McGregor, em agosto do ano passado, ao cantar o tradicional hino dos EUA antes do duelo. De acordo com o site 'Variety' os representantes de Demi afirmaram que o quadro da artista pop melhorou e ela já está acordada e com a família.

Esporte