PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Em clima de 'término de relacionamento', Cormier critica Gustafsson e nega luta

Ag. Fight

23/07/2018 10h22

Foi quase uma carta de fim de namoro. Depois de saber que Alexander Gustafsson informou estar lesionado logo depois da vitória de Anthony Smith sobre Maurício Shogun, no último domingo, no UFC Hamburgo, Daniel Cormier foi ao Instagram criticar o sueco pela oportuna contusão e negar a possibildade de os dois se enfrentarem.

Gustafsson lutou pela última vez em maio do ano passado, nocauteando Glover Teixeira, e foi escalado para o card principal do UFC 227, que será realizado em 4 de agosto. Ele encararia Volkan Oezdemir, mas o suíço quebrou o nariz. E, de repente, o sueco passou a desafiar Cormier, tanto entre os meio-pesados (93 kg) quanto entre os pesados ? categorias das quais 'DC' é campeão.

Em postagem na rede social (veja abaixo ou clique aqui), Daniel criticou Alexander pela 'mudança de comportamento' desde que desafiou Luke Rockhold a subir aos meio-pesados logo após ser nocauteado por Yoel Romero, em fevereiro. O campeão declarou ter se decepcionado com o sueco.

"Caro Alex, não sei o que aconteceu com você da situação com Rockhold para cá. Você sempre foi um cara disposto a lutar, mas seu comportamento mudou. De desafiar um cara no dia seguinte a ele ser nocauteado a oferecer-se para me enfrentar, sabendo que estou com a mão quebrada. Agora, você recusou Jan e Khalil , enquanto pede uma luta pelo título dos pesados. Agora, momentos depois de Anthony Smith lutar como um animal, você decide que está lesionado", escreveu.

"Cara, eu respeito você como lutador. Serei sempre grato por outubro de 2015, mas eu e você não vamos mais dividir o octógono novamente. Estou decepcionado com o que você se tornou. Não sei lidar com gente delirante. Boa sorte na recuperação. Nosso tempo passou. Vejo você da mesa de comentários", concluiu.

Gustafsson só tem quatro derrotas em sua carreira ? e uma delas foi justamente para Cormier, na data citada no texto do americano. As outras três foram para Phil Davis, Anthony Johnson e Jon Jones, todas dentro do UFC.

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em Ago 8, 2015 às 9:50 PDT

Esporte